Tags

A 38ª edição da Festa Junina Beneficente de Sorocaba foi aberta oficialmente na noite desta quinta-feira (29) no recinto instalado no Parque das Águas.

Com a presença do prefeito, autoridades locais e convidados, o acendimento da fogueira deu início às festividades que ocorrerão até o dia 16 de julho no local. Além dos shows e das tradicionais barracas de comes e bebes, o espaço contará também com parque de diversões.

Em discurso, o chefe do Executivo parabenizou as entidades da festa e anunciou o plano de transformar as oficinas da antiga Estrada de Ferro Sorocabana em um recinto que será chamado ‘Cidade da Cultura’, destinado a abrigar eventos, como a festa junina, Carnaval de rua, entre outros, em uma área extremamente revitalizada. “Dentro de alguns anos teremos um dos melhores recintos para festividades do Brasil”, anunciou.

O prefeito enalteceu os membros, diretores da Associação das Entidades participantes da Festa Junina Beneficente de Sorocaba (Afejubes) e voluntários do Terceiro Setor pelo brilhantismo do evento, realizado em parceria com a Secretaria da Cultura e Turismo. “É para prestigiar as entidades que este governo vai trabalhar e muito para que essas festas – aqui ou onde vocês prefiram – possam trazer recursos para que vocês continuem fazendo o que já fazem; dando exemplo para os setores público e privado”, comentou o prefeito acompanhado da primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade. A abertura da festa contou com a benção do padre Carlos Meira, da paróquia São José do Cerrado. O ex-prefeito Luís Francisco também participou da cerimônia de abertura.

Os secretarias municipais também prestigiaram o evento, entre elas: Secretaria de Cultura e Turismo, Secretaria de Relações Institucionais e Metropolitanas, Secretaria de Licitações e Contratos, Secretaria de Igualdade e Assistência Social, Secretaria de Comunicação e Eventos, Secretaria da Fazenda, Secretaria de Conservação, Serviços Públicos e Obras, Secretaria de Segurança e Defesa Civil, Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda e presidente do Parque Tecnológico, Secretaria de Esportes e Lazer, Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária, representadas pelos próprios secretários. Também prestigiaram assessores e representantes das demais secretarias, além do comandante da Guarda Civil Municipal, Marcos Mariano.

Festa é reconhecida 

O voluntário Pedro de Carvalho Guimarães, coordenador de festas da Paróquia São Bento está há 8 anos com uma barraca de doces montada na Festa Junina de Sorocaba. Este ano, ele já comemora o sucesso do evento e parabeniza a organização pela estrutura. “Este ano está melhor por causa do piso nas barracas, não corremos mais o risco em caso de chuva; a tenda na praça de alimentação ficou muito boa”, comentou ele, que tem expectativa de vender – como nos anos anteriores – 1 tonelada de doces. A arrecadação é para ações da paróquia em prol da comunidade.

O secretário de Cultura e Turismo lembrou que julho é mês de férias escolares e isso deve contribuir com o volume de público que deve adotar a festa como opção de programação. Ele acredita que ultrapasse as 100 mil pessoas nos dias de festa. Na noite de abertura, o recinto da festa estava preparado para receber de 4 a 5 mil pessoas, expectativa alcançada pela organização.

Aproveitando o primeiro dia de festa com a filha Sophia, a psicopedagoga Maria José Máximo de Almeida, elogiou a organização. “Está muito melhor, as condições do parque também estão ótimas; esse evento é importantíssimo para a valorização da cultura, para as pessoas e as crianças ampliarem os horizontes e conhecerem coisas novas”, comentou.

O grupo de vanera Maate Quente foi a atração principal no show de abertura com participações especiais da dupla Zé Henrique e Gabriel e do cantor Rick (ex Rick e Renner), que agora segue carreira solo. O show foi uma realização da Rádio Top FM e Centro Hípico Pagliato, com parceria da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secultur) e Associação das Entidades participantes da Festa Junina Beneficente de Sorocaba (Afejubes).

Programação segue

Os grupos Forró Euzébio e Sié são as atrações deste sábado (01/07), dentro da programação. Os músicos sobem ao palco a partir das 20h com seus repertórios que passeiam pelas principais composições do forró pé de serra. Além dos shows, haverá ainda intervenção teatral no recinto com o grupo de teatro de rua Nativos Terra Rasgada, focando a temática junina. A Festa Junina Beneficente de Sorocaba segue com atrações musicais, intervenções, barracas de comidas típicas e Parque de Diversões até o dia 16 de julho. O evento é realizado pela Associação das entidades participantes da Festa Junina de Sorocaba (Afejubes), em parceria com a Secretaria de Cultura e Turismo de Sorocaba (Secultur).

Primeira a subir ao palco, às 20h, a banda Forró Euzébio nasceu em 2008, sob a influência de alguns grupos como Trio Forrozão, Falamansa, Luiz Gonzaga, Dominguinhos e, não por acaso, apresentam um repertório que completa o forró pé de serra e o chamado forró universitário com sucessos de nomes como Luiz Gonzaga, Jackson do Pandeiro, Falamansa, Bicho de Pé, Rastapé e outros. Também tocam composições próprias como os sucessos Cantinho em Você e Coração de Zabumbeiro, músicas instrumentais, arranjos de sucessos nacionais e internacionais de diferentes estilos para o forró e sambas tradicionais (Adoniram Barbosa, Demônios da Garoa e outros).

O Forró Euzébio é formado pelos músicos Ronaldo Richieri (acordeon e voz), Tony Machado (triangulo e voz), Rick Machado (zabumba e voz), Thiago (violão 7 cordas e voz) e Marcelo Ribeiro (flauta transversal).

Às 21h30 será a vez do grupo de forró Sié se apresentar ao público. Formado pelos músicos Danielle Domingues (voz), Rodrigo Ferreira (guitarra), Evandro Marcolino (baixo) e Marco Corrêa (percussão), eles têm em comum o gosto e o trabalho de pesquisa pelo gênero do forró pé de serra.

A sonoridade do grupo é uma mescla da tradição cultural do forró com elementos mais modernos da música brasileira e do jazz. Essa pluralidade é sentida no repertório, que traz músicas de Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Jackson do Pandeiro, Gilberto Gil e outros. A interpretação é fiel aos ritmos tipicamente brasileiros como o baião, xote, rastapé, xaxado, coco, porém com bastante espaço para improvisações e interações entre os músicos, que foram buscar no Ceará a inspiração para o nome. Como explicam, Sié é um bicho pequeno que habita as dunas de Jericoacora no Ceará. Os nativos deram esse nome porque não sabem direito o que ele é, “se é siri” ou “se é caranguejo”. “A ideia do nome veio por conta da versatilidade e da pluralidade cultural dos integrantes que deixam a característica do grupo com sonoridades variadas”, defendem.

Serviço: O recinto da Festa Junina Beneficente de Sorocaba está localizado no Parque das Águas, no Jardim Abaeté. A entrada para o sábado (1/07) custa R$ 5.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios