Tags

, ,

As duas representações protocoladas segunda-feira no Ministério Público da Comarca visando abertura de inquérito civil pela suposta prática de ato de improbidade administrativa contra o prefeito José Crespo (DEM) foram distribuídas ao promotor de Justiça Orlando Bastos Filho.

Os requerimentos foram encaminhados ontem ao gabinete do promotor que deverá decidir, nos próximos dias, se instaura, ou não, os procedimentos. Bastos Filho pode requerer providências e a juntada de documentos para, assim, dispor de mais elementos e dar sequência aos casos.

As representações foram protocoladas pela vereadora Fernanda Garcia, pelo deputado estadual Raul Marcelo (ambos do Psol) e pelos vereadores Francisco França e Iara Bernardi, os dois do Partido dos Trabalhadores (PT). Elas se baseiam na denúncia segundo a qual a assessora de nível III, Tatiane Regina Goes Polis, teria feito uso de diploma falso para ocupar cargo na Prefeitura.

O fato foi tornado público nas redes sociais e em entrevistas concedidas desde domingo pela vice-prefeita Jaqueline Barcelos Coutinho (PTB). Delegada de polícia licenciada do cargo, Jaqueline investigou a situação da servidora comissionada e descobriu que ela usou certificado de conclusão do ensino médio supostamente falso, já que na Secretaria de Educação seu histórico revela que frequentou aulas apenas até a sexta série do ensino fundamental.

Desde fevereiro deste ano, conforme relatado na petição entregue ao MP, a prática de designar comissionados sem a formação necessária para as funções e com o emprego de diplomas falsos repercutia na imprensa local. Na ocasião, o governo informou que apurava a situação.

Na Assembleia

Presidente do diretório estadual do PTB, o deputado Campos Machado se manifestou ontem na Assembleia Legislativa sobre os fatos ocorridos em Sorocaba desde sexta-feira. Em resposta a pronunciamento do deputado Raul Marcelo (Psol), que também abordou o caso na tribuna, Campos disse que não pôde tomar providências em relação ao ocorrido por desconhecer os fatos.

Ele também afirmou que aconselhou a vice-prefeita Jaqueline a registrar Boletim de Ocorrência, e que deverá apurar melhor a situação para, depois, decidir que medidas tomar. Foi ele quem indicou Jaqueline para compor com José Crespo (DEM) a chapa que concorreu nas eleições municipais passadas.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

 

Anúncios