Tags

,

Uma postagem neste domingo (25), feita pela mãe da vice-prefeita de Sorocaba, Jaqueline Barcelos Coutinho, Neide Andrade Barcelos Coutinho, no Facebook, repercutiu e viralizou em diversos grupos e comunidades on-line.

Nela, dona Neide diz que o prefeito José Crespo (DEM) “age com agressividade e destempero”, e tentou “agredir, em seu gabinete, um secretário e a vice-prefeita”.

O Portal Jornal Ipanema apurou os fatos com diversas fontes ligadas ao gabinete de Crespo, inclusive com dona Neide, que ratificou as informações postadas no Facebook. Segundo ela, Jaqueline, sua filha, foi “agredida física e psicologicamente” por Crespo, e, ainda, “humilhada e desrespeitada como vice-prefeita que o ajudou a se eleger”. “Ele [Crespo] não mede consequências de seus desatinos, colocando em primeiro lugar interesses próprios e nada dignos”.

Os fatos descritos por dona Neide aconteceram na sexta-feira (23), no gabinete de Crespo, no 6º andar do Palácio dos Tropeiros, e envolveram, além de Jaqueline, o secretário de Gabinete Central, Hudson Moreno Zuliani. Jaqueline teria reclamado a Crespo de uma situação funcional do Paço e pedido a Zuliani que a acompanhasse na conversa dentro do gabinete do prefeito.

Crespo teria se irritado com a conversa. Zuliani, homem de confiança de Crespo há mais de 15 anos, teria dado razão à cobrança de Jaqueline. Crespo, então, teria voltado sua irritação a Zuliani, a ponto de tentar “agredi-lo” dentro do gabinete. Jaqueline teria sido “retirada à força” por Guardas Civis Municipais a mando do prefeito, assim como o secretário de Gabinete Central.

“Quer Justiça”

Dona Neide, mãe de Jaqueline, “quer Justiça”. “Espero que isso não fique impune. Ele não desrespeitou a vice-prefeita apenas, mas, antes de tudo, a mulher”.

O Portal Jornal Ipanema tentou contato com Jaqueline e Zuliani, para que comentassem o assunto. Não houve retorno deles. Por meio de nota, a Secretaria de Comunicação e Eventos (Secom) disse que, “em relação à divulgação, via rede social, de uma suposta agressão ocorrida na Prefeitura, esta administração se manifestará na segunda-feira (26), após apurar todos os fatos”.

Vereadores começaram a se posicionar sobre o caso. Iara Bernardi (PT) postou, também no Facebook, ter tomado conhecimento da situação e cobrado uma declaração pública de Crespo e de Jaqueline.

Na Câmara Municipal de Sorocaba, membros da Mesa Diretora deverão se reunir nesta segunda-feira (26), em caráter emergencial, para avaliar os fatos. Cogita-se, ainda de forma extraoficial, que possa ser solicitada a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar o caso.

Fonte: Jornal Ipanema

Anúncios