Tags

Equipes do Departamento de Drenagem do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae) de Sorocaba deram início nesta semana à série de incursões que serão realizadas no canal do córrego Supiriri, sob a avenida Dr. Afonso Vergueiro, visando à detecção de possíveis obstruções que podem ser a causa dos alagamentos ocorridos no local em dias de fortes chuvas.

O foco do trabalho, que terá prosseguimento nos próximos dias, é identificar as atuais condições estruturais do canal e das galerias de águas pluviais, entre elas a situação do piso, das paredes e o acúmulo de sujeira, bem como se há algum tipo de obstrução no local, além da verificação de possíveis despejos irregulares de esgotos, para em seguida definir as intervenções que serão necessárias executar para corrigir possíveis problemas.

De acordo com o diretor-geral da autarquia, Ronald Pereira da Silva, “essa ação é importante para evitarmos as ocorrências de acúmulo de água de chuva na avenida e ruas próximas, visto que as galerias contribuem para a organização da vazão das águas até o corpo receptor, que são os córregos e o rio Sorocaba”.

Canalização do córrego

O córrego Supiriri foi canalizado há algumas décadas, desde a Vila São João até o seu lançamento no rio Sorocaba. O seu primeiro trecho, que vai até a altura da rua Rio Grande do Sul, foi canalizado com duas linhas de tubos de 1,5 metro de diâmetro cada. A partir desse ponto, e até a área da Estação Ferroviária, a canalização ocorre por meio de galeria celular, em concreto armado, com duas linhas de dimensões de 2 metros de altura por 2 metros de comprimento, perfazendo o total aproximado de um quilômetro de extensão.

Corpo de Bombeiros acompanha

A incursão ao canal do córrego Supiriri está sendo realizada em etapas e todas elas terão o acompanhamento do Corpo de Bombeiros e de engenheiros e técnicos de segurança da autarquia, visto que se trata de operação complexa, realizada em espaço confinado e com a existência de fatores adversos, como a presença de gases nocivos.

Para evitar acidentes de qualquer gênero, estão sendo utilizados equipamentos de segurança adequados para esse tipo de trabalho, como medidor de níveis de gases, cilindros de oxigênio e máscaras de proteção, que visam garantir a integridade dos funcionários.

Após a conclusão do trabalho de exploração que vem sendo realizado, a equipe técnica da autarquia responsável por essa ação produzirá um relatório, que apontará as medidas necessárias a serem colocadas em prática para a solução dos problemas eventualmente apontados.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios