Tags

O cirurgião-dentista Luiz Valdo Nobre de Lima, que atende em consultório próprio no Centro da cidade, especificamente na Rua Santa Clara, usou a Tribuna Popular na sessão ordinária desta terça-feira, 6, com o objetivo de reivindicar a ampliação do tempo máximo para estacionamento na Zona Azul.

Segundo ele, muitos procedimentos odontológicos demoram mais de duas horas, o que obriga o cirurgião-dentista a interromper o tratamento para que o paciente possa mudar seu veículo de lugar.

Segundo Luiz Lima, quando a Zona Azul foi implantada, não havia problema, pois os procedimentos mais complexos, como um canal, eram feitos em várias sessões de menos de uma hora cada. “Hoje, com a excelente evolução da odontologia sorocabana, que acompanha os avanços na área, o canal é feito em sessão única, que leva de 90 a 120 minutos”, exemplificou, como justificativa para que o tempo-limite da Zona Azul seja ampliado.

O cirurgião-dentista elencou uma série de procedimentos odontológicos que, hoje, são feitos em uma única sessão de atendimento, como extração dos sisos, implantação de dentes, correção de bruxismo, colocação de lentes de contato em estética bucal, entre outros. “Por isso, pedimos que tempo máximo da Zona Azul seja ampliado para três horas. Essa demanda não é só minha, mas de toda a área central sorocabana”, reivindicou.

O vereador Hudson Pessini (PMDB), que integra a Comissão de Segurança Pública e também integra a comissão especial que trata da revitalização do centro, afirmou que irá agendar uma reunião com o secretário da Mobilidade e Acessibilidade, Wilson Unterkircher Filho, com o objetivo de tratar da questão.

Fonte: Câmara Municipal de Sorocaba

Anúncios