Tags

A recente liberação dos recursos para a construção da Praça da Juventude, primeira ação de destaque da assessora Fernanda Mariano em Brasília desde que foi contratada, está sendo comemorada pela Associação de Moradores e Proprietários do Central Parque, Piazza de Roma e Adjacências.

Conforme o Presidente da Associação, o aposentado Manoel Borges, o projeto do parque começou a ser discutido pela entidade que ele preside há alguns anos e foi apresentado à Prefeitura em administrações anteriores não tendo o andamento adequado até o início deste ano quando o poder público, a partir do Prefeito José Crespo e dos secretários Hudson Zuliani, do Gabinete Central, Jessé Loures, de Meio Ambiente, Parques e Jardins, Fábio de Castro, da Fazenda, Luiz Alberto Fioravante, do Planejamento, Simei Lamarca, do Esporte e Lazer e Eloy de Oliveira, da Comunicação e Eventos, se debruçaram sobre a questão e passaram a buscar soluções técnicas para viabilizar a realização da construção da Praça.

Desde 2013 existiam recursos federais da ordem de R$ 2.106.000,00 disponíveis para a concretização da Praça, mas havia o risco de serem perdidos com os impasses em torno do projeto original.

O recurso não era suficiente para estruturar o projeto conforme as necessidades técnicas e com a possibilidade de contrapartida disponível pela Prefeitura de Sorocaba.

Em reuniões entre as secretarias municipais e a Caixa Econômica Federal, verificou-se que parte dos equipamentos previstos no projeto original da Praça existiam nas imediações da área em que o novo aparelho público irá ser implementado e que poderiam vir a ser aproveitados.

Essa nova solução reduziu o custo total da Praça e permitiu o aporte dos recursos federais e da contrapartida da Prefeitura. Faltava a análise técnica e jurídica por parte do Ministério do Esporte para a liberação do novo projeto com adequações e o resultado foi conseguido nos últimos dias em Brasília.

A Secretaria de Planejamento e Projetos adequou o escopo original do projeto para ajustar o seu custo a uma nova realidade.

Com o novo formato o montante necessário para a construção do espaço não excederá R$ 2.835.000,00. Inicialmente o projeto estava orçado em R$ 4.601.789,62, o que tornava, mesmo com o repasse federal, inviável a construção do equipamento público.

A Prefeitura de Sorocaba teria que disponibilizar a diferença entre o valor total do projeto, descontada a emenda, ou seja, algo em torno de R$ 2.500.000,00. A estimativa, com a adequação, é que o novo projeto fique orçado em R$ 2.835.000,00 e que o repasse de R$ 2.106.000,00 seja usada para abater esse valor.

A praça

O novo projeto técnico da Praça da Juventude será mantido numa área entre as ruas Mário Soave e Érico Veríssimo, no Central Parque.

A praça terá uma área de mais de 10 mil metros quadrados e está dimensionada para receber estrutura esportiva de alto nível, tanto para atividades recreativas quanto competitivas; estão previstos aparelhos como ginásio poliesportivo, quadra coberta, áreas para atletismo, campo de futebol, pista de skate, teatro de arena e outros.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios