Tags

Criada pela Resolução nº 442, de 12 de janeiro de 2017, de autoria da mesa diretora da Casa, e inaugurada em sessão solene no último dia 19 de maio, a Escola do Legislativo da Câmara Municipal de Sorocaba passa a se chamar “Clotilde Schimming Jardini”.

É o que estabelece a Resolução nº 448, de 23 de maio de 2017, de autoria do vereador Pastor Apolo (PSB), publicada nesta quinta-feira, 1º, na edição eletrônica do Jornal Oficial do Município de Sorocaba, que deixa de ser impresso e passa a ser diário em vez de semanal.

Clotilde Schimming Jardini nasceu em Araçoiaba da Serra, em 15 de maio de 1945, radicando-se em Sorocaba ainda jovem. Terceira filha de uma família de oito irmãos, trabalhou como auxiliar de farmácia e balconista e cursou Magistério na Escola Municipal Dr. Getúlio Vargas.

Foi professora do ensino fundamental em Sorocaba e região e graduou-se em Pedagogia na então Faculdade de Filosofia, Ciência e Letras de Sorocaba, atual Uniso.

Por meio de concurso púbico, ingressou no magistério estadual, onde lecionou por mais de 25 anos. Participou da implantação do Ensino Supletivo em Sorocaba, possibilitando a formação de muitos adultos que não tinham tido acesso à escola, e participou da elaboração da Cartilha “Deus na Escola”, promovida pela Secretaria de Educação e fundamentada na ética e no respeito ao próximo.

Casou-se com o administrador de empresas Airton Vicente Jardini, viúvo e pai de dois filhos, com quem teve mais três filhos. Em 1979, juntamente com seu marido e filhos, converteu-se ao cristianismo pentecostal na Igreja do Evangelho Quadrangular de Sorocaba, sendo batizada no ano seguinte.

Destacou-se como professora e diretora da Escola Bíblica Dominical, foi líder do Grupo de Mulheres e diaconisa. Foi nomeada pastora em 1992 e também professora do Instituto Teológico Quadrangular. Faleceu em 22 de junho de 2008, com 64 anos.

Fonte: Câmara Municipal de Sorocaba

Anúncios