Tags

A manhã desta quinta-feira (01) foi de fé, emoção e religiosidade para os servidores do Paço Municipal ao receberem os Devotos do Divino com suas bandeiras vermelhas e a imagem da pomba que simboliza o Espírito Santo.

O prefeito José Crespo, a primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Lilian Crespo, os secretários municipais e muitos servidores, receberam o arcebispo metropolitano de Sorocaba, Dom Julio Endi Akamine, e os padres Tadeu Rocha Moraes, Samuel Soares e João Alampe.

A cerimônia proporcionou uma reflexão sobre a responsabilidade do cristão com as criações de Deus. Dom Júlio, destacou a importância de ouvirmos os gemidos do Espírito, que vem em socorro das nossas fraquezas, das pessoas necessitadas e da própria natureza. “Não é só ter os ouvidos para escutar, mas sim os ouvidos do coração e da fé para ouvir o clamor da natureza. E ouvir a natureza não é somente entender como um depósito de recursos naturais que podem ser explorados até a exaustão. Nós cristãos não estamos interessados em simplesmente preservar a natureza, mas sim de cuidar das criaturas de Deus. Não é suficiente só pensarmos no desenvolvimento sustentável. É sim cuidar das criaturas de Deus! Todas elas! Temos que ter os ouvidos atentos aos gemidos das criaturas de Deus! Ouvir o clamor dos mais fracos, dos menos amados, da natureza e o Meio Ambiente”, ressaltou o arcebispo.

Com orações e cânticos entoados pelo grupo Reflexão, composto por servidores municipais a cerimônia realçou o louvor aos Dons do Espírito Santo.

O prefeito Crespo, revelou que há muito tempo entregou sua vida à Deus. Sua fé cristã lhe dá segurança para ações que deve tomar. Acredita que a fé cristã é fruto da inteligência, e, independente de qual denominação for, a fé é que leva a amar o próximo, a fazer o que é correto e o que é bom. “Tenho pedido especialmente nesta minha atual missão, o dom do discernimento, para saber o que é certo e errado, pois tomamos decisões, e temos o compromisso pelo bem e amor ao próximo. Aproveito a oportunidade para declarar aqui que estamos na iminência, dentro de alguns meses, de devolver a Santa Casa para a população civil, na forma da Irmandade da Santa Casa de Misericórdia, agora reformulada, com novas posturas ética, cristãs e com fiscalização de todos os cristãos. Com a presença do padre Flavio Jorge Miguel Junior na presidência. Essa foi uma das conversas que tive com dom Júlio, e aqui testemunho perante todos os presentes nesse momento especial”, declarou o prefeito.

A visita da Bandeira do Divino é tradicional e marca a festa de Pentecostes da Igreja Católica Apostólica Romana. A Festa do Divino foi incorporada ao calendário da Igreja no século XIII. No Brasil, chegou com a colonização e firmou-se a partir do século XVII. É uma manifestação popular, onde se une a espiritualidade e o folclore para agradecer ao Espírito Santo os dons e as graças recebidas durante o ano anterior.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios