Tags

A Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria de Cidadania e Participação Popular (Secid), promoveu na manhã desta segunda-feira (30), uma reunião com entidades assistenciais para alinhar as premissas para a obtenção do Selo Social 2017 na cidade.

Nesse ano, o projeto conta com 86 inscritos e tem como objetivo principal, inovar e integrar a cidade.

O Selo Social, promovido pelo Instituto Abaçaí, possibilita a construção de uma cidade melhor, através da certificação de instituições que realizam ações sociais e/ou investimentos, como propostas para mudança de vida e da cidade a partir da integração de empresas, órgãos públicos e organizações não governamentais.

A diretora do Instituto Abaçaí, Carina Giunco, explicou que o Selo Social integra os três setores da comunidade através das necessidades de cada um deles. Ainda de acordo com ela, os temas que serão trabalhados em 2017, são: Saúde, educação, meio ambiente, cultura, política, economia, urbanização e inclusão. “Serão trabalhados esses 8 temas e nosso foco de trabalho será integrar a cidade, através da inovação nos projetos apresentados”, acrescenta.

Helio Rubens, coordenador na Esamc, instituição que participa pelo segundo ano do Selo Social, espera além de apenas participar, agregar ao projeto. “Pretendemos apresentar os projetos que desenvolvemos na faculdade visando contribuir com a cidade, tornando-a cada dia melhor”, reforça.

A representante do Instituto Delta, Sandra Almeida, enxerga o projeto que será apresentado, como um desafio. “A minha expectativa é grande, pois vejo o Selo Social, como um meio para capacitar a própria organização em que atuo”, conclui.

O Selo Social do Instituto Abaçaí estabelece parâmetros de avaliação dos programas já existentes nas instituições e possibilita a construção de uma cidade e sociedade melhor a partir da certificação. Mais informações sobre o Selo em Sorocaba, podem ser obtidas através do site http://www.selosocial.com/sorocaba.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios