Tags

Pais de alunos da Escola Municipal Luís Almeida Marins estiveram na Câmara Municipal durante a sessão ordinária desta quinta-feira, 25, para reivindicar a manutenção das aulas de fanfarra na referida escola.

O presidente da Casa, vereador Rodrigo Manga (DEM), que abriu espaço para uma mãe representar a comunidade escolar, observou que a fanfarra é dirigida pelo professor Maurício Gomes Ferreira, que realiza esse trabalho voluntário de musicalização com os alunos há cerca de 15 anos.

A mãe de aluno Vanessa Silva de Paula, que tem uma filha com deficiência, usou a tribuna para reivindicar a manutenção do trabalho da fanfarra na escola. Segundo ela, os pais concordam com o valor cobrado para a manutenção da fanfarra, devido à importância que o projeto representa para o desenvolvimento das crianças tanto do ponto de vista cognitivo quanto afetivo. A mãe de aluno pediu o apoio dos vereadores para a manutenção do projeto.

O presidente da Casa também defendeu a manutenção do projeto: “Os pais de alunos da Escola Luís de Almeida Marins foram informados pela direção da escola que não será mais permitido o trabalho da fanfarra, pois haverá uma licitação nesse sentido. Queremos pedir à Comissão de Educação que acompanhe esse caso, para que a Secretaria de Educação permita à continuidade do trabalho da fanfarra ao menos até que seja realizada a licitação, para que os alunos não fiquem sem esse aprendizado” – reiterou Rodrigo Manga.

Por sua vez, a vereadora Iara Bernardi (PT) observou que trabalhos como o da fanfarra dirigida pelo professor Maurício Ferreira deveriam ser realizados nas Oficinas do Saber, que foram criadas com essa finalidade de oferecer atividades complementares para os alunos no contraturno escolar.

A vereador lamentou que o prefeito José Crespo (DEM) tenha anunciado a intenção de transformar as Oficinas do Saber em creches.

Fonte: Câmara Municipal de Sorocaba

Anúncios