Tags

Lembrar o longo e triste período em que a escravidão predominou no Brasil e comemorar a contribuição que a influência da cultura negra deixou para a consolidação da identidade nacional.

Esse é um dos objetivos da Coordenadoria de Igualdade Racial da Secretaria de Igualdade e Assistência Social da Prefeitura de Sorocaba no evento que o poder público e as entidades ligadas à cultura negra realizarão, no dia 13 de maio (sábado) em lembrança à Abolição da Escravatura.

Denominado “Mãe Preta – Lembrar é Lutar!” o evento é alusivo à passagem da data em que se comemora a abolição da escravatura no Brasil, ato firmado em 13 de março de 1888 após ampla pressão das organizações anti-escravocratas e que forçou a Princesa Isabel a assinar a Lei Áurea. A atividade será realizada pela Secretaria de Igualdade e Assistência Social e pela Secretaria de Cultura e Turismo, além de ter recebido a participação de entidades a partir das reuniões da Coordenadoria de Igualdade Racial.

Segundo Maurício Barisson, Coordenador de Igualdade Racial, “a dívida da sociedade brasileira com os negros é evidente e imensa”, “esse evento é uma forma de relembrar esse período, valorizar a cultura negra e homenagear, a partir da lembrança, a Rosângela Alves, uma das mais representativas figuras da história da cultura negra em Sorocaba, tão importante quanto João de Camargo ou Rubino de Oliveira”. Rosângela foi uma das fundadoras do projeto Quilombinho e faleceu recentemente.

O evento começará às 09h30, na praça Castro Alves, na frente da Rodoviária de Sorocaba, com a homenagem à Rosângela Alves e prosseguirá a partir das 14h no Mercado Distrital, com diversas atividades artísticas e culturais.

A Praça Castro Alves está localizada na Avenida Comendador Pereira Inácio, no Centro, em frente à Rodoviária. O Mercado Distrital fica na Rua Benedito Galdino de Barros, s/n, Vila Fiori.

No início do evento acontecerá uma ação solene com palavras de autoridades e uma homenagem a Rosângela Alves, fundadora do Quilombinho, que faleceu em março deste ano. Logo após, o evento segue para o Mercado Distrital com uma vasta programação.

Atividades do dia da Abolição da Escravatura:

09h – Homenagem à Rosângela Alves, na Praça Castro Alves.

14h – Maracatu Mukumby

15h – Capoeira com Mestre Baianinho com capoeira emboscada, e mestre Pulga com Ige Ye

16h – Dj Joe – Rap

17h – Banda Penélope Jam – Pop

18h – Grupo de dança Divas

18h30 – Desfile Afro

19h – Aula aberta de Samba Rock com prof. Plínio

20h – Cassio Ferraz e banda

21h – Arlindinho Cruz

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios