Tags

O prefeito de Sorocaba, José Crespo, em viagem à Alemanha, participou, nesta quarta-feira (3), de debates no Ministério do Interior, em Berlim, na Alemanha. A convite da Fundação Konrad Adenauer (KAS), o prefeito compõe uma delegação brasileira composta por cinco integrantes com o objetivo de debater a crise política brasileira.

Crespo é o único prefeito do Brasil convidado pelo Congresso Nacional para participar da viagem que faz com senadores e deputados. O programa de diálogos, do qual participa, termina nesta sexta-feira (5).

O prefeito retorna ao Brasil no final de semana. Até a segunda-feira, dia 8, o comando do Executivo Municipal ficará a cargo da prefeita em exercício, Jaqueline Coutinho.

Na Alemanha, Crespo teve a oportunidade de apresentar Sorocaba para as autoridades políticas, com exemplos bem-sucedidos em diversas áreas, como desenvolvimento urbano e econômico, meio ambiente e resíduos sólidos, mobilidade e logística, saúde e segurança pública. E falou ainda sobre o anúncio do primeiro protocolo de intenções da atual administração, formalizado nesta quarta-feira (3), com a empresa italiana Prysmian, que ampliará suas unidades em Sorocaba, com investimentos de R$ 110 milhões.

Delegação

Na Alemanha, a programação da viagem inclui reuniões com políticos, dirigentes e especialistas alemães das diretorias da União Democrata-Cristã (CDU), partido político alemão, e da própria Fundação Konrad Adenauer (KAS), entre outras entidades. O prefeito e a delegação participaram ainda, nesta quarta, de palestras e debates sobre financiamentos de campanhas e partidos, no Plenário do Parlamento.

Compõem a delegação, o presidente nacional do Democratas, José Agripino Maia; o presidente da Fundação Liberdade e Cidadania, José Carlos Aleluia Costa; o vice-presidente nacional do Democratas, Luiz Henrique Mandetta; e o presidente nacional da Juventude Democratas, Bruno Kazuhiro Otsuka Nunes.

Outros tópicos debatidos na viagem são o sistema eleitoral, a organização de partidos políticos, a estrutura atual e renovação das lideranças da CDU, além de pautas apresentadas pelo DEM.

A KAS é uma fundação política alemã, independente e sem fins lucrativos que promove a democracia, o estado de direito, os direitos humanos e a educação política, bem como a economia social de mercado e o desenvolvimento descentralizado e sustentável. Presente no Brasil desde 1969, a fundação reúne lideranças atuais e futuras da política e da sociedade, bem como formadores de opinião no universo acadêmico. A delegação é acompanhada pelo representante da KAS no Brasil, Jan Woischnik, e viajou com despesas pagas pela fundação.

Durante a estadia na Alemanha, a delegação visitou ainda alguns pontos importantes da história daquele país, como o Memorial do Holocausto (um memorial em Berlim para vítimas judias), a igreja Memorial do Imperador Guilherme, destruída na Segunda Guerra Mundial; um dos monumentos mais visitados da capital alemã, e o Portão de Brandemburgo, um dos maiores exemplos do classicismo alemão, que marcou a divisão entre o leste e o oeste de Berlim e hoje é o símbolo da reunificação.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios