Tags

Representantes do Centro Cultural Quilombinho de Sorocaba estiveram no início da tarde desta quinta-feira (30), na Prefeitura de Sorocaba, onde foram recebidas pela primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade (FSS), Lílian Crespo.

Na ocasião, apresentaram as demandas da ONG, com o objetivo de viabilizar parcerias. Participaram da reunião a coordenadora de projetos Luíza Alves e assistente social do Quilombinho, Marie Cristin Decroix.

Com o falecimento da presidente fundadora da ONG Quilombinho, Rosângela Alves, de 53 anos, no último dia 12, a filha dela, Luíza Alves, passou a assinar a coordenação dos projetos da ONG.

Segundo Luíza, uma das necessidades mais urgentes para o Quilombinho é ter um novo espaço para alocar as atividades desenvolvidas. A sede do projeto funciona na rua Caramurú, na Vila Leão, em um imóvel cedido pelo ator Paulo Betti, mas precisará mudar de local.

“Estamos buscando uma nova sede para o projeto; é um sonho da minha mãe e sabemos que o Quilombinho não está sozinho”, comentou. Atualmente o projeto atende 60 crianças de 3 a 17 anos com atividades no contraturno escolar, sendo mantida com recursos próprios.

A presidente do FSS, Lílian Crespo, enalteceu a importância do Quilombinho para Sorocaba e comentou que fará o possível para ajudar a identificar um próprio municipal que possa funcionar como sede provisória do projeto.

“O prefeito tem esse compromisso em tentar parcerias com instituições da cidade que contribuem muito para o desenvolvimento da sociedade”, comentou. O Centro Cultural promove o resgate da autoestima dos descendentes de escravos através da valorização e da difusão da rica cultura afro-brasileira.

“Queremos juntar forças para fortalecer o nosso projeto; é também uma forma de homenagear minha mãe”, reforçou Luíza, agradecendo a acolhida que teve com a primeira-dama. “Ela me passou uma paz”, comentou.

Durante o encontro, o Fundo Social de Solidariedade também destinou 50 quilos de feijão, que foram doados por uma empresa da cidade, e ingressos para as crianças para uma apresentação musical do ‘Jacarelvis e amigos’ no Teatro Municipal. O Quilombinho tem buscado ajuda para manter o atendimento às crianças e adolescentes atendidos.

Outra prioridade é quanto à alimentação. Um dia após o falecimento da fundadora, a sede da entidade foi furtada onde foram levados equipamentos para o início do projeto de Padaria Artensal que teve o apoio do Fundo Social de São Paulo, e alimentos não perecíveis que estavam mantidos na cozinha da sede.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios