Tags

As dificuldades enfrentadas pelo futebol varzeano na cidade, foram discutidas na noite desta terça-feira, 21, na Câmara Municipal de Sorocaba em audiência pública realizada pelo vereador Renan dos Santos (PCdoB).

O proponente abriu o encontro ressaltando que o objetivo de debater o tema com os atletas e dirigentes do futebol varzeano para ajudar o novo Governo Municipal a organizar e aprimorar a várzea no município.


Além do presidente da audiência, compuseram a mesa principal os vereadores Fernando Dini (PMDB) e Fausto Peres (PTN), o secretário de Esportes e Lazer, Simei Lamarca, e o diretor de árbitros, Eliseu Sentelha. Também participaram da audiência pública representantes dos seguintes clubes: América Futebol Clube, Esporte Clube São Cristóvão, Camisa 10 Futebol Clube, Esporte Clube Canto do Rio, Churis Futebol Clube, AAFM/Galáticos, Associação Atlética Santa Cruz, Time Condomínio Futebol Clube, São Raimundo Futebol Clube, Esporte Clube Cajuru, Associação Atlética Vila Haro, Atlético Brasil Futebol Clube e Esporte clube São Guilherme. O árbitro Guilherme Ceretta também participou da audiência.

Renan Santos, que é membro da Comissão de Cultura e Esportes, ressaltou que as mudanças sugeridas poderão ser incluídas no campeonato varzeano de 2018, sendo que o grupo terá o decorrer do ano para debater e buscar alternativas, inclusive em outras audiências públicas. O parlamentar disse que é preciso organização e criatividade, destacando a crise financeira, e também a importância de atualização da legislação.

O vereador Dini lembrou que nos últimos anos o campeonato varzeano vem enfrentando dificuldade financeira e de gestão, salientando a necessidade de fomentar a discussão para garantir o seu espaço. “O futebol varzeano é o que leva alegria à comunidade, como o famoso Terceiro Tempo, que é um momento de descontração, da boa rivalidade. Infelizmente, faltava este debate, que está sendo feito hoje e que será um divisor de águas para o esporte varzeano”, afirmou.

Fausto Peres, que também é membro da Comissão de Esporte da Casa, frisou sobre a vontade de mudança e planejamento demonstrada pelos participantes da várzea. “O esporte leva a integração entre as pessoas e entre os bairros, além de alegria e saúde à população”, completou.

O secretário do Esportes, se mostrou aberto ao diálogo e para analisar as reivindicações dos times. “Quem sabe se não neste ano, para o próximo ano possamos realizar juntos um dos melhores campeonatos dos últimos anos”, afirmou. “Não sei se para 2017 vamos conseguir atingir as expectativas, mas faremos o máximo para atender a todos”, completou. Em nome do prefeito José Crespo, Lamarca disse que o chefe do Executivo, já em seu plano de governo, deu liberdade para a Secretaria de Esportes atender à população e reinventar o campeonato varzeano.

Em seguida, os participantes fizeram sugestões de alterações nas regras do campeonato, como a possibilidade dos atletas mudarem de time após a inscrição inicial, a penalidade do atleta ao invés do clube em caso de infrações do regulamento. Também levantou-se a possibilidade de melhoria dos campos através de parcerias com empresas e também a criação de campeonatos juvenil e infantil. Também foram feitas uma série de denúncias sobre o abandono e a falta de estrutura dos campos públicos, que segundo o secretário, totalizam, junto com as quadras, 100 próprios públicos.

Encerrando as discussões, o presidente da audiência pública ressaltou que uma série de questões de regulamento já foram encaminhadas ao Executivo pelo parlamentar e que além dessas cobranças, todas as propostas levantadas durante a audiência serão incluídas em um relatório que será entregue a Secretaria de Esportes para que se estude as alterações para o próximo ano. Ao final da audiência pública foram entregues homenagens a diversos dos participantes do futebol varzeano.

Fonte: Câmara Municipal de Sorocaba

Anúncios