Tags

Desde o dia 13 de fevereiro, a Prefeitura de Sorocaba intensificou a remoção de veículos abandonados e carcaças nas vias da cidade. Em um mês de trabalho, a Urbes – Trânsito e Transportes recolheu 30 unidades em diversos bairros do município.

Além disso, no mesmo período, outras 10 ocorrências foram averiguadas por agentes de trânsitos e os proprietários foram notificados a retirarem os seus veículos das ruas. O trabalho foi possível graças também ao apoio de cidadãos que realizaram a denúncia pelos canais disponibilizados pelo Governo Municipal.

Para a Urbes, a iniciativa é extremamente importante, pois a retirada dos veículos abandonados previne que focos do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, da zika e da chikungunya, se alastrem na cidade e ainda impede que tais veículos sejam utilizados como esconderijos de drogas, por exemplo. Para a realização deste trabalho existe a lei municipal nº 10.731, de 26 de fevereiro de 2014, que dispõe sobre a retirada de veículos abandonados em vias públicas.

A dona de casa Silvia (nome fictício), moradora da Vila Jardini, ficou satisfeita com a ação da Urbes. Na manhã da última segunda-feira (dia 13), agentes de trânsito foram à rua onde a munícipe reside e guincharam um veículo Mondeo, sem placas e com a frente destruída, que estava abandonado há mais de dois anos no local.

Segundo Silvia, o veículo é do seu genro, que comprou o automóvel já batido e após verificar que ficaria muito caro o conserto, deixou o veículo abandonado na rua. “Deixar esse carro parado neste estado é muito perigoso, porque pode ser mais um foco de dengue, já que fica acumulando lixo”, lamentou. A munícipe já teve dengue em 2015 e teme contrair a doença novamente. “Foram oito dias com muita dor, tive vômito e diarreia, Sofri muito e espero nunca mais pegar essa doença de novo. Meus filhos também pegaram e foi horrível. Eu tomo todo cuidado para não acumular água em local nenhum, mas infelizmente nem todo mundo faz o mesmo. É um grande favor recolher este veículo”, destacou.

Além do Mondeo, um Gol também estava abandonado há alguns dias na mesma rua. Os agentes de trânsito localizaram o proprietário, que se comprometeu a recolher o veículo nos próximos dias. Caso isso não ocorra, o automóvel também será guinchado.

A Urbes solicita que o cidadão continue ajudando o Governo Municipal neste trabalho e denuncie pelos telefones 156 e 118 ou pela Central de Atendimento da Prefeitura de Sorocaba (http://www.sorocaba.sp.gov.br/atendimento/) e o “Fale Conosco”, disponível no site da Urbes: www.urbes.com.br.

Como o trabalho é realizado

Os agentes de trânsito da Urbes vão até o local verificar a denúncia, tentam localizar o proprietário para a remoção do veículo. Caso o proprietário não seja localizado, o veículo então é guinchado. A operação está sendo feita através de uma empresa de guincho contratada por meio de licitação e especializada na prestação de serviços de depósito (guarda), operação e gestão de pátios, com estrutura de transporte (guinchos) para remoção e recolha de veículos automotores apreendidos por infração de trânsito e/ou abandonados nas vias e logradouros públicos.

Quando o carro é guinchado, é necessário regularizar a documentação, pagar multas e impostos atrasados, além da taxa de guincho e diária do pátio para a sua retirada. Após 90 dias, caso não seja retirado do pátio, o veículo será encaminhado a leilão municipal. O valor arrecadado será utilizado nas despesas de guincho e da guarda do veículo e, se houver excedente, será recolhido aos cofres públicos municipais.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios