Tags

Em reunião com a diretoria da CCR Via Oeste, o prefeito de Sorocaba, José Crespo, criou um grupo de trabalho para encontrar soluções aos problemas de congestionamento que têm atingido o acesso para a zona industrial da cidade, na região do km 7 da Rodovia José Ermírio de Moraes (SP-75), a Castelinho.

De acordo com o prefeito, a Castelinho interconecta-se com a Rodovia Celso Charuri nesse trecho do km 7 e esta interliga-se com a Rodovia Raposo Tavares (SP-270). Um pouco mais à frente, no km 7+450, a Castelinho também se conecta com a Avenida Jerome Case, via arterial de acesso à zona industrial do município.

No encontro, realizado na terça-feira (7), com a participação do secretário municipal de Planejamento e Projetos, Luiz Alberto Fioravante, o grupo definiu que a CCR Via Oeste pode fazer obras de reparo nos dois pontos para melhorar o acesso e eliminar os congestionamentos, registrados principalmente nos horários de pico.

O projeto para aprimorar o trecho, elaborado pela Secretaria de Planejamento e Projetos e a CCR, foi levado pelo prefeito José Crespo na quinta-feira (9) ao Palácio dos Bandeirantes. Lá, o prefeito conversou com o secretário de Estado da Casa Civil, Samuel Moreira, e protocolou o pedido com o governador Geraldo Alckmin.

Para realizar a obra sem custos para o Poder Público, a CCR Via Oeste quer que o seu contrato de concessão seja prorrogado por mais tempo. A medida está prevista no Programa de Concessões de Rodovias e já foi realizada com as concessionárias Ecovias, Autoban e SP Vias.

José Crespo expôs a necessidade de realizar melhorias no entorno da Castelinho porque, na altura do km 7+450 da rodovia, devido aos deslocamentos para as indústrias, o nível de serviço existente junto ao viaduto Orlando Bismara não mais comporta o trânsito

Fonte: Câmara Municipal de Sorocaba

Anúncios