Tags

Após apresentar Projeto de Lei que cria secretarias e cargos comissionados, o prefeito José Crespo (DEM), dessa vez, quer reajustar a tarifa do transporte coletivo a partir de 2 de março.

Segundo informações da imprensa, o passe social, utilizado pela maioria da população passará a custar R$ 4,10, ou seja, reajuste de 7,89%. O aumento também será aplicado ao passe estudante, que sobe de R$ 1,50 para R$ 1,60, e ao vale transporte, de R$ 4,00 para R$ 4,60. O ajuste envolve ainda a redução do desconto para o valor cobrado aos domingos e feriados. Essa tarifa passará de R$ 1,50 para R$ 2,50.

Para a vereadora Fernanda Garcia (PSOL), com a criação de cargos políticos e pastas municipais, resultando num grande rombo nos cofres públicos, Crespo agora está cortando investimentos em educação (exemplo claro é a redução no horário de atendimento na rede escolar, sobretudo nas creches), saúde, além de aumentar a passagem de ônibus. “São medidas que vão contra os anseios da população sorocabana, que pediu, em campanha eleitoral no ano passado, melhorias nas unidades de saúde, mais professores na rede pública, geração de emprego e renda, entre tantas outras reivindicações.”

Ainda no tema de transporte, Fernanda Garcia (PSOL) apresentou, em 2 de janeiro, uma propositura que vai na contramão dos retrocessos promovidos por Crespo e sua equipe, que é o passe livre aos estudantes. “O direito ao transporte está estreitamente relacionado com a realização de outros direitos fundamentais como saúde, educação, acesso a lazer, cultura, entre tantos outros direitos”, explicou. “Trata-se de uma pauta defendida pelos sorocabanos, que foram às ruas em 2013, justamente para melhorar a qualidade do transporte coletivo da cidade”, completou.

Fonte: Câmara Municipal de Sorocaba

Anúncios