Tags

A pastilha de cobalto necessária para voltar a operar o equipamento de radioterapia da Santa Casa de Sorocaba chegou nesta quarta-feira (23) ao município.

O secretário da Saúde, Rodrigo Moreno, comemora a conquista para que o atendimento volte a ser integralmente prestado em Sorocaba, sem precisar enviar os pacientes do próprio município para outras cidades.

“Neste momento conseguimos fazer o tratamento de cerca de 60 pacientes por mês e voltaremos a atender 450”, ressalta Rodrigo Moreno. Ele também observa que vai acabar com os transtornos dos pacientes que faziam horas de viagem para receberem o tratamento em hospitais de outros municípios. Além de também diminuir os custos para a Prefeitura.

Mesmo após a volta do Hospital para a administração da Irmandade de Santa Casa no final do ano passado, o atendimento continua sendo exclusivo para os pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) e é contratado pela Prefeitura para atender a população do município. Dessa maneira, os procedimentos de radioterapia voltarão a ser em Sorocaba.

A nova pastilha não teve custo algum para o município ou para a Santa Casa, já que foi conquistada por meio de doação de um outro hospital no interior do Estado. Trata-se de um material radioativo, que fica blindado dentro de uma peça de metal. A retomada dos atendimentos agora depende de autorizações da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN).

É o CNEM quem autoriza a instalação da pastilha no equipamento, acompanha os testes e também autorizará a retomada do atendimento. Todo o trabalho será realizado por físicos e médicos especializados na área.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios