Tags

O secretário de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda da Prefeitura de Sorocaba, Roberto Freitas, reuniu-se na tarde de hoje (22) com o superintendente do Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp), Ricardo Volpi, para tratar das obras de melhoria e capacitação tecnológica do Aeroporto de Sorocaba ‘Bertram Luiz Leupolz’.

Acompanhado do deputado estadual Carlos Cezar, Roberto Freitas questionou o andamento das obras de modernização e aparelhamento tecnológico e estrutural do aeroporto. Esse conjunto de obras foi anunciado em agosto de 2014, pelo então ministro da Aviação Civil Moreira Franco, que sempre foi um entusiasta do aeroporto local.

No encontro de hoje, o superintende do Daesp, Ricardo Volpi, apontou que a expectativa do órgão é que até o final de maio fique pronta a nova torre de controle do aeroporto sorocabano. Já a aparelhagem necessária para colocá-la em operação será licitada no segundo semestre deste ano. Trata-se, conforme Freitas, de uma licitação internacional, de equipamento extremamente específico. A operação da nova torre está prevista para o início de 2018 e trará diversos ganhos para Sorocaba e região.

“A ampliação e internacionalização do aeroporto de Sorocaba é um sonho antigo do prefeito José Crespo, a modernização do aeroporto trará mais desenvolvimento para o município. Quanto mais desenvolvido o aeroporto, maior será a sua capacidade de receber cargas e passageiros e com a nova torre aumentaremos, imediatamente, em até 35% a possibilidade de recebimento de aeronaves e consequentemente, na mesma proporção, vamos ampliar as receitas e empregos gerados pelo aeroporto”, informou o secretário. Hoje o Aeroporto ‘Bertram Luiz Leupolz’ emprega aproximadamente 1.200 funcionários em funções de extrema qualificação. “Vamos gerar muitos empregos de qualidade, é o que defendemos para a cidade, a geração de emprego e renda focando no viés tecnológico”, ratificou Freitas.

A instalação da nova torre é um passo decisivo para a internacionalização do aeroporto, uma vez que, por razões vinculadas aos seguros uma série de aeronaves de maior porte ainda não podem pousar em Sorocaba para a realização de manutenções, o que será resolvido com o novo equipamento.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios