Tags

,

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou o total de gastos das campanhas dos candidatos nas eleições municipais de 2016. De acordo com os dados, o prefeito eleito José Crespo (DEM) foi o candidato que mais investiu em sua campanha, num total de R$ 1,012 milhão.

O valor é três vezes superior ao declarado por Raul Marcelo (Psol), que disputou o segundo turno com Crespo e gastou R$ 320,15 mil. O segundo maior gasto foi o do vereador Hélio Godoy (PRB), com R$ 935,16 mil, seguido pelo então candidato tucano, João Leandro, cujo gasto foi de R$ 510,07 mil.

O candidato à Prefeitura de Sorocaba que menos gastou com a campanha foi o petista Glauber Piva, com R$ 215,15 mil.

E no ninho…- O presidente estadual do PSDB, Pedro Tobias, chamou reunião da Executiva para discutir a prorrogação do mandato. Para marcar posição contra Aécio Neves, que foi reconduzido ao comando nacional do partido, defenderá nova eleição. Os deputados tucanos por Sorocaba, Maria Lúcia Amary (estadual) e Vitor Lippi (federal) também deverão trabalhar a favor de Alckmin.

RSVP – O evento contou com a presença, além de Manga, dos vereadores eleitos Péricles Régis, Hudson Pessini e Vitão do Cachorrão, os três do PMDB; Irineu Toledo, do PRB; José Francisco Martinez, Anselmo Neto e João Donizeti Silvestre, todos do PSDB; Antonio Carlos Silvano Junior, do PV; Pastor Apolo, do PSB; Renan Santos, do PCdoB, Fausto Peres, eleito pelo PTN, e Luís Santos (Pros).

Já pra casa! – Está na pauta da Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF) da Câmara Federal um relatório com parecer favorável ao Projeto de Lei 4590/12, de autoria do deputado Roberto de Lucena (PV/SP), que incumbe o juiz da Vara da Infância e da Juventude de, justificadamente, restringir a permanência de crianças e adolescentes desacompanhados dos pais ou responsáveis, em bares, restaurantes, lanchonetes ou qualquer local público, após as 22h.

Mais que um almoço – Um almoço realizado na segunda-feira, numa lanchonete localizada na zona sul de Sorocaba, praticamente definiu o vereador Rodrigo Manga (DEM) como o próximo presidente da Mesa Diretora do Legislativo, na eleição que acontece no dia 1º de janeiro. O vereador conta com o apoio de 13 colegas.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

Anúncios