Tags

,

Como é tradição, o prefeito Antonio Carlos Pannunzio participou na manhã desta quinta-feira (dia 15) da última sessão ordinária de 2016 da Câmara de Vereadores.
O prefeito fez seu pronunciamento destacando o trabalho de cada vereador sorocabano, tanto de apoio quanto de oposição ao governo que finda agora em 31 de dezembro de 2016.
O atual chefe do Executivo falou de cada vereador e fez questão de destacar o seu profundo respeito por cada um, independentemente do posicionamento político.

“Não há tristeza do prefeito que, pela última vez enquanto prefeito, comparece a este plenário. (…) Desta vez, não para pedir alguma coisa em específico, mas para agradecer muito o que foi feito. Muitas leis que foram aprovadas foram vitais para que o nosso governo pudesse levar a cabo seus principais objetivos e prioridades. Não teria acontecido se não fosse a compreensão e, aí sim, o consenso construído entre as diferentes correntes políticas partidárias desta Casa.”
Pannunzio agradeceu as críticas recebidas ao longo dos anos e disse que seu governo errou menos graças a isso. “Um governo que se pretende absoluto, sem críticas, acaba errando mais. Tenho a certeza que se pudemos errar um pouco menos, muito devemos às críticas recebidas.”
Antonio Carlos Pannunzio falou, também, das inúmeras Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs) abertas no Legislativo. Disse que todas as CPIs abertas para apurar denúncias contra sua gestão serviram como atestado da idoneidade ao atual governo, uma vez que nenhuma delas prosperou e nenhuma acusação foi comprovada, mesmo após ser apresentada ao Ministério Público.
“Com muita alegria, constatei que as denúncias e as investigações foram feitas e os fatos irregulares, ou tidos como irregulares, não foram, certamente, apontados como resultado dessas investigações, muitas delas transferidas ao Ministério Público para que desse eventual sequência.
Ou seja, conferiram ao Governo que está prestes a se encerrar o galardão maior que deve buscar aquele que chefia o Executivo: é o atestado de idoneidade. Esse atestado os senhores me deram, sendo situação ou fazendo oposição.
Esse atestado, tenho certeza, também me deu o Ministério Público, uma vez que estou prestes a encerrar e espero chegar ao dia 31 nesta condição: vivo e, ao mesmo tempo, sem nenhuma Ação Civil Pública que tenha prosperado contra o meu governo.”
O prefeito Antonio Carlos Pannunzio foi acompanhado da vice prefeita Edith Di Giorgi, do secretário dos Negócios Jurídicos, Maurício Jorge de Freitas, do secretário da Fazenda, Aurílio Caiado, e da secretária chefe de Gabinete do Poder Executivo, Ivana Back.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios