Tags

O setor de fiscalização da Secretaria da Fazenda da Prefeitura de Sorocaba destruiu, na manhã desta quinta-feira (15), mais de 60 mil CDs e DVDs piratas. A ação aconteceu no estacionamento do Palácio dos Tropeiros.

De acordo com o secretário da Fazenda, Aurílio Caiado, os mais de 60 mil CDs e DVDs são produtos piratas, fruto das apreensões feitas pelos fiscais da Prefeitura ao longo de todo ano de 2016.

Caiado calcula que, hipoteticamente, se cada mídia fosse vendida no comércio por R$ 10, toda essa carga destruída representaria um prejuízo de R$ 210 mil de impostos não recolhidos ao Poder Público. O secretário lembra que produtos de informática têm carga tributária alta e, por isso, cada CD ou DVD que é pirateado deixa de recolher aos cofres públicos cerca de 35% de seu custo.

Todos o material apreendido foi destruído por uma máquina que passou por cima das mídias com um rolo compactador, por várias vezes. Os resíduos foram recolhidos e enviados para o Núcleo de Gerenciamento Ambiental de Resíduos Eletrônicos da Prefeitura, que funciona no Jardim Iguatemi.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios