Tags

O cumprimento do calendário das Escolas em Tempo Integral – Oficina do Saber, aliado à necessidade de contenção de despesas, determinou, neste ano, a antecipação da conclusão das atividades nas 16 unidades da Oficina do Saber do município. O sistema atende a 4.153 alunos.

De acordo com o secretário da Educação de Sorocaba, Flaviano Agostinho de Lima, este período será reduzido em apenas alguns dias, visto que as atividades e conteúdos já estão em conclusão e alguma delas poderiam se estender até meados de dezembro.

Flaviano explica que o calendário letivo das oficinas mantém relação com o do ensino regular mas tem flexibilidade, pois, nos últimos tempos, a cada semestre, se iniciava um pouco depois, justamente para promover a adaptação das crianças ao sistema regular e depois ao integral. “Afinal, são oito horas dentro da escola e isso servia para ajudar a criança num processo de adaptação. Mas as atividades propostas serão cumpridas”, reiterou. Também a carga total da Oficina é maior do que a proposta pelo Ministério da Educação (MEC).

Outro aspecto determinante na iniciativa diz respeito ao déficit na pasta. Neste ano, o Governo Federal por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) reduziu mais de R$ 20 milhões de transferências do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) por falta de correção da tabela e ainda outros R$ 7 milhões com reduções das estimativas da cota salário educação e do programa de alimentação escolar. “Estou absurdamente indignado com o que foi feito”, impactando nossa cidade e nossas crianças, desabafou o secretário que precisa adequar, pela Lei de Responsabilidade Fiscal, ao orçamento disponível mas fez todo o esforço para garantir os conteúdos e cargas.

Segundo o titular da Sedu, a programação da Escola em Tempo Integral para 2017 já está pronta, inclusive com orçamento definido na nova Lei Orçamentária (LOA).

Corpo docente

Em relação aos novos professores concursados que atuam nas Oficinas do Saber, Flaviano diz que continuarão em dezembro nas próprias unidades correlatas para suprir eventuais demandas, ou, ainda, poderão ser deslocados para escolas próximas de modo a colaborar com a prestação de serviços educacionais, sem qualquer prejuízo. É certo que retornarão no próximo ano para as atividades nas Oficinas. O secretário aproveita, ainda, para parabenizar os Gestores das Oficinas e os novos professores pelo excelente trabalho na reformulação pedagógica das Oficinas; que é motivo de orgulho para a cidade pelos excelentes resultados.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias