Tags

A segunda turma do curso “A3P – Ambientação”, um projeto desenvolvida pela Prefeitura de Sorocaba, por meio da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), com a Fundação Toyota do Brasil, fecha seu ciclo de aprendizado nesta quinta-feira (27), na Escola de Gestão Pública (EGP) “Dr. José Caetano Graziosi”, no Alto da Boa Vista.

Vinte servidores participam da atividade desde abril. O objetivo do projeto é cumprir com as metas e ações do Programa Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P) do Governo Federal, do qual a cidade participa desde novembro de 2014, com o intuito de promover a internalização dos princípios de sustentabilidade socioambiental dentro dos ambientes de trabalho em órgãos e entidades públicos.

Já o Projeto Ambientação da Fundação Toyota visa à minimização de impactos ambientais no trabalho, por meio de ferramentas de gestão que são multiplicadas aos funcionários. A iniciativa existe há nove anos e já foi aplicada em outros municípios como Guaíba (RS) e Indaiatuba (SP).

Para a implementação do projeto foram escolhidos 12 próprios da Prefeitura de Sorocaba, da Urbes – Trânsito e Transportes e do Serviço Autônomo de Água e Esgoto (Saae), como a Estação de tratamento de água ETE S1, Parque Zoológico Municipal “Quinzinho de Barros”, escolas, entre outros.

O curso foi voltado para a economia de água e de energia elétrica nos próprios municipais.

Sobre o curso

Durante as aulas, eles aprenderam a utilizar a ferramenta de gestão conhecida como Toyota Business Pratices (TBP), disponibilizada pela empresa, que permite o diagnóstico claro sobre o real problema a ser vencido, onde e como ele ocorre e do que depende para ser solucionado. A metodologia está ensinando aos participantes do curso a fazer um diagnóstico, com indicadores e investigação da causa do problema, promover a resolução e o monitoramento.

Para isto, os servidores públicos receberam as contas de água e de energia elétrica, dos meses de 2015, dos próprios públicos onde trabalham. A ideia é que eles aplicassem a metodologia durante a capacitação, comparando com os últimos meses deste ano, com a meta de economizar 10% de água e de energia dos prédios onde trabalham.

Para se ter uma ideia, na primeira turma do curso, de 2015, com o desenvolvimento dos trabalhos nos próprios municipais, houve uma economia de gastos com contas de água da ordem de R$ 722 mil aos cofres da Prefeitura.

De acordo com a Secretaria do Meio Ambiente, a apresentação final dos resultados será realizada no mês de novembro no Jardim Botânico “Irmãos Villas-Bôas” com representantes da Toyota do Brasil, além de representantes de secretarias municipais e colaboradores do projeto.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios