Tags

,

A Secretaria da Saúde de Sorocaba (SES) deu início, na manhã desta segunda-feira (10), à aplicação de um projeto piloto, denominado “Linha de Cuidado à Saúde da Pessoa Idosa” e que vai contemplar, num primeiro momento, quatro Unidades Básicas de Saúde (UBSs) do município. O primeiro encontro foi realizado no Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil (Gpaci).

De acordo com a supervisora de Área de Saúde da SES, Aline Juliane Pereira da Silva, mais três reuniões vão acontecer no Gpaci – uma nesta terça (11) e duas na próxima semana. Delas, participam enfermeiros das UBSs Vitória Régia, Ulysses Guimarães, Paineiras e Habiteto, unidades que foram escolhidas por contarem com a Estratégia em Saúde da Família (ESF). Um grupo técnico, formado por 12 funcionários da SES, capacitará esses profissionais para que, em seguida, possam multiplicar o conhecimento adquirido com suas respectivas equipes da ESF.

Aline explica que a ideia do projeto tem relação com o envelhecimento populacional do mundo e, consequentemente, do município. Até 2050, conforme a Organização Mundial de Saúde (OMS), o planeta deve abrigar 2 bilhões de pessoas acima dos 60 anos de idade. “Só nessas UBSs que escolhemos inicialmente, 3.528 idosos devem ser beneficiados com o projeto”, afirma.

Durante os encontros, segundo a supervisora da SES, alguns tópicos serão discutidos, como a epidemiologia do envelhecimento e a gerontologia na atenção básica. Também haverá a apresentação do “Instrumento Ves-13”, um protocolo de identificação de vulnerabilidade de idosos, aplicado por meio de um questionário. Os enfermeiros, então, devem levá-lo às equipes da ESF, que buscarão as respostas com o público-alvo do projeto. “Aí determinaremos os riscos de fragilização e assim definiremos as melhores ações de saúde para esses idosos”, comenta.

Juliane acrescenta que, em novembro, em data a ser definida, um novo encontro com os enfermeiros será marcado, para determinar a forma com que o projeto será conduzido na prática pelas equipes da Saúde da Família.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias