Tags

A Guarda Civil Municipal (GCM) retoma nesta sexta-feira (1º) a campanha “Cerol? Corta essa!”. A campanha existe desde de 2008 e busca, por meio de ações de caráter preventivo e educativo, principalmente com as crianças e adolescentes, coibir ao uso ilegal do cerol e de linha cortante tipo “Chilena”.

Sempre no período de férias escolares, a campanha é intensificada e tem sido fundamental para a redução nos números de acidentes e de auto de infrações registrados no decorrer do ano. No primeiro do semestre de 2016 a GCM registrou 211 apreensões de linha e pipas com material cortante; três autos de infração foram lavrados.

De acordo com o comandante da GCM, Jefferson Klarosk, o cerol é uma arma perigosa e tem como principais vítimas motociclistas e pedestres, podendo ocasionar ferimentos graves e até matar. “Além dos pedestres e motocicletas, a linha cortante pode provocar também danos em aeronaves e equipamentos. Desta forma, as ações de orientação e fiscalização são intensificadas neste período de férias escolares, onde há maior número de concorrência”, ressalta.

Os adultos que forem flagrados comercializando, armazenando, ou realizando a distribuição de cerol ou de qualquer material cortante usado para empinar pipas, serão autuados e receberão multa no valor de R$ 1.636,52. O valor dobra em caso de reincidência. Quando se tratar de infrações praticadas por menores de 18 anos, os pais ou responsáveis assumirão as consequências, conforme prevê a Lei Municipal 8471/08.

A GCM e os demais órgãos da Segurança Pública solicitam aos pais ou responsáveis que orientem seus filhos para que não usem linhas com material cortante, pois pode ocasionar acidentes graves e até fatais. A corporação salienta ainda que se praticada com responsabilidade, soltar pipa é uma brincadeira segura e divertida, mas que deve ser realizada em lugares abertos, longe da fiação elétrica, de vias com grande fluxo de veículos e da pista de pouso e decolagem de aeronaves, para evitar acidentes.

Para que a população possa denunciar e ajudar combater o uso do cortante, basta entrar em contato pelos telefones (15) 3212.9400 e 199 (Defesa Civil) ou ainda pelo site www.sorocaba.sp.gov.br, no link “Central de Atendimento”, clicando nas opções “Cidadãos”, “Segurança Pública” e “GCM – Guarda Civil Municipal”.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios