Tags

Entre os projetos de lei previstos na pauta da sessão legislativa desta quinta-feira (30), a Câmara Municipal vota, em primeira discussão, a instituição do Troféu Fair Play no Jogos Escolares de Sorocaba (JES), de autoria do vereador Francisco Moko Yabiku (PSDB).

A proposta, que teve parecer favorável de todas as comissões permanentes do Legislativo, visa premiar as equipes mais disciplinadas em cada categoria da competição, valorizando mais seus aspectos de cidadania e integração social.

O “Fair Play” é uma expressão do idioma inglês, cujo significado em português é “Jogo Limpo”. Sua autoria é atribuída ao barão francês Pierre de Coubertin, organizador das primeiras Olimpíadas da Era Moderna, realizadas em 1896, na cidade de Atenas, na Grécia. Atualmente, está vinculada à ética no meio esportivo, ou seja: jogar sem prejudicar adversários, árbitros e sempre observar o cumprimento de todas as regras. Seus ideais costumam se propagar em competições de diferentes níveis e modalidades, incluindo as Olimpíadas e a Copa do Mundo.

O conceito de Fair Play se popularizou mundialmente e passou a ser empregado fora do campo esportivo em diferentes segmentos da sociedade, sendo associado a uma ética social e moral, como lembra Yabiku. “Mais do que uma competição esportiva, os JES representam uma oportunidade de lazer, estímulo à vida saudável, integração social e formação de valores cívicos, éticos e morais para milhares de crianças e adolescentes. Neste sentido, o Troféu Fair Play será mais um importante incentivo”, defende o vereador.

Segundo o projeto de lei, a premiação do Troféu Fair Play seguirá um ranking específico e será concedida, em cada categoria, às escolas que somarem a menor pontuação de acordo com os seguintes critérios: 1 ponto (falta individual, falta coletiva, suspensão e admoestação verbal); 2 pontos (atraso de equipe na entrada ou reentrada em quadra, mau comportamento de torcedores ou membros da comissão técnica e cartão amarelo); 3 pontos (cartão vermelho, expulsão de atleta, membro da comissão técnica ou torcedor); e exclusão da disputa do Fair Play (abandono ou não comparecimento ao campo de jogo). Antes do início da disputa, cada professor deverá passar aos seus alunos os princípios da “Carta do Fair Play”, instituída pelo Panathlon Club Internacional.

Anualmente, os JES reúnem cerca de 6 mil alunos de Ensino Fundamental e Médio das redes Municipal, Estadual e Particular de Sorocaba. Os estudantes, divididos nas categorias Mirim (com idades entre 11 e 12 anos), Infantil (13 a 14 anos) e Infanto (15 a 17 anos), disputam troféus e medalhas nas modalidades atletismo, basquete, damas, futsal, handebol, tênis de mesa, voleibol e xadrez.

Fonte: Câmara Municipal de Sorocaba