Tags

,

A Prefeitura de Sorocaba, por meio das Secretarias de Serviços Públicos (Serp) e de Meio Ambiente (Sema), fez, na manhã desta quinta-feira (5), a apresentação oficial do Sistema Estadual de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (Sigor) às empresas transportadoras de resíduos de Sorocaba.

A reunião, que aconteceu no Salão de Vidro do Paço Municipal, contou com aproximadamente 40 representantes de empresas que, além de conhecerem o Sigor, puderam esclarecer dúvidas sobre o cadastramento e seu funcionamento.

O secretário de Serviços Públicos Oduvaldo Denadai agradeceu a presença dos participantes, ressaltando a importância do Sigor para o controle dos resíduos da construção civil. “A gestão dos resíduos é um dos grandes desafios e Sorocaba aderiu ao Sigor. Isso vai nos permitir monitorar desde a geração, bem como o transporte e a destinação final”, afirmou.

De imediato, em Sorocaba o Sigor abrange responsáveis por obras acima de 1.000 m², mas gradativamente todas as obras estarão inseridas neste sistema. “A partir de agora, em Sorocaba para obter o Habite-se, os responsáveis devem encaminhar cópia do Plano de Gerenciamento de Resíduos de Construção Civil (PGR Final), elaborado por meio do Sistema Estadual de Gerenciamento Online de Resíduos Sólidos (Sigor)”, explicou a engenheira Carolina Petrisin, da Serp.

Devem se cadastrar os geradores de resíduos de construção (construtoras), transportadores de resíduos e áreas de destino de resíduos de construção civil. O cadastro deve ser feito até o dia 25 de maio Para auxiliar aqueles que têm dificuldades ou dúvidas quanto ao cadastro e operação do Sigor, a Prefeitura e a Cetesb estão oferecendo treinamento na quinta-feira (12), a partir das 9h, na Escola de Gestão Pública.

O Sigor

O Sigor possibilita o registro, controle e acesso às informações previstas na Política Estadual de Resíduos Sólidos, em especial no que se refere ao Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos, ao Sistema Declaratório Anual e ao Inventário de Resíduos. Com esse sistema, é possível monitorar a gestão dos resíduos de construção civil desde a geração até a sua destinação final, incluindo transporte.

A iniciativa acontece por conta de uma parceria entre da Prefeitura de Sorocaba, a Secretaria Estadual do Meio Ambiente, em conjunto com a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) e o Sindicato da Indústria da Construção Civil do Estado de São Paulo (Sinduscon-SP). Além de Sorocaba, Santos, Presidente Prudente, São José do Rio Preto, Santo André e Ribeirão Preto já aderiram ao Sigor.

Quem vai construir ou reformar, tem de solicitar aprovação da Secretaria de Mobilidade, Desenvolvimento Urbano e Obras (Semob). Se a obra tiver mais de 1.000 m² o gerador deve elaborar o Plano de Gestão de Resíduos (PGR), por meio do Sigor, contratando transportador devidamente habilitado para levar seus resíduos, para que o descarte do material seja feito em área licenciada.

Também participaram da reunião a Engenheira Maria Angélica do Prado Kamada, diretora da Área de Resíduos da Serp e André Salvador Almeida, chefe de Seção de Planos e Contratos Ambientais da Sema. O cadastro deve ser efetuado no site da Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb): http://cetesb.sp.gov.br/sigor

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios