Tags

, ,

O secretário de Esportes de Sorocaba, Francisco Moko Yabiku, reuniu-se ontem com o prefeito Antonio Carlos Pannunzio (PSDB) e recuou em sua decisão de retornar à Câmara na próxima terça-feira, quando se iniciam os trabalhos no Legislativo após o recesso de final de ano.

Agora, deverá permanecer no cargo até meados de abril, atendendo a um pedido de Pannunzio. Yabiku, conforme antecipado por esta coluna na semana passada, havia comunicado o governo que voltaria ao Legislativo, visando disputar as eleições em busca da reeleição.

Wally – A decisão de Yabiku aconteceu justamente no dia em que mais uma vez houve um desgaste em sua imagem como secretário de Esportes. Isso porque, o assunto mais comentado ontem em Sorocaba foi suspensão da partida entre São Bento e Ituano no Estádio Municipal Walter Ribeiro. Segundo a Federação Paulista de Futebol (FPF), as condições precárias do gramado foram o motivo da transferência do jogo para Barueri. Outro assunto que repercutiu foi o silêncio de Yabiku. Ele não concedeu entrevistas para explicar o estado do campo.

Na roça – Segundo a própria assessoria de comunicação da pasta, Yakiku passou quase toda a sexta-feira incomunicável. A missão de falar sobre o assunto coube a servidores de segundo e terceiro escalões.

Lideranças políticas, pré-candidatos e até mesmo vereadores da oposição e da base aliada usaram as redes sociais para criticar o governo Pannunzio, em especial, o secretário de Esportes, Francisco Moko Yabiku, pela interdição do CIC e a impossibilidade do jogo entre São Bento e Ituano, pelo Campeonato Paulista. Vergonha, incompetência, ingerência foram alguns dos adjetivos usados. Na próxima terça-feira, durante o retorno do recesso, vereadores da oposição vão defender a saída imediata de Yabiku, que promete deixar o cargo em abril.

@#$%@! – Entre os vereadores está o pemedebista Fernando Dini Neto (foto), que há tempos se tornou um crítico ferrenho à atual gestão da pasta de Esportes do município. Ontem, em sua página no Facebook, o parlamentar, que integra a base aliada, se manifestou e chamou de “vergonha” o fato. Mais adiante, disse ter havido “uma total ingerência da Secretaria Municipal de Esportes, que coloca Sorocaba novamente como uma cidade que não tem preparo para receber esse tipo de evento”.

Contrato prorrogado – A Prefeitura de Sorocaba prorrogou por mais seis meses o contrato com a empresa DRZ Geoteconologia e Consultoria Ltda., para prestação de serviços de consultoria para elaboração do plano de coleta seletiva. O valor que será pago a mais, por conta da prorrogação, não foi divulgado pela administração.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

Anúncios