Tags

,

O Museu de Arte Contemporânea de Sorocaba (Macs) retorna do recesso de fim de ano nesta terça-feira (12), quando também reabre seus espaços expositivos para visitação do público, com a mostra “Céu de Querubins”, do artista Aécio Sarti.

A exposição permanece no Chalé Francês até 12 de fevereiro e fica aberta de terça a sexta-feira, das 10 às 17 horas, com entrada franca.

As pinturas do artista, projeções audiovisuais, objetos e poemas distribuídos nas quatro salas do Macs, fazem parte de um projeto homônimo, que também foi transformado em documentário. Dirigido por Gustavo Massola, o vídeo ganhou diversos prêmios e menções honrosas em festivais nos Estados Unidos, Indonésia, Rússia, Rússia, Argentina e Brasil.

O projeto consiste na documentação da pintura de querubins – Anjo considerado mensageiro de Deus e símbolo da justiça divina – em uma lona de caminhão antiga e da trajetória que este objeto percorreu junto com dois vendedores de vasos de cerâmica, utilizados para o armazenamento de água na Região Nordeste do País.

Os vendedores compram os vasos de artesãs do interior da Bahia e os trocam pelos velhos com a população da região. Esses últimos são revendidos como objetos de decoração no Rio de Janeiro. “A lona é arte, mas também tornou-se utensílio na estrada. Os vasos são utensílios virando obra de arte. Ou seja, o novo toma o lugar do velho, mas o velho tem um novo uso”, comenta Sarti.

Desta maneira, a proposta da exposição é mostrar a jornada da lona ao visitante do Macs, apresentando nova possibilidade de olhar sobre a arte, por meio de aproximação democrática e acessível. “Pinto há algum tempo em lonas de caminhão e sempre quis fazer uma obra que desse o sentido de movimento. Assim, surgiu a oportunidade desse projeto. Durante todo o trajeto do caminhão, quem cruzou com a lona pode interagir com a arte de uma maneira diferente”, conta o artista.

Fonte: Jornal Diário de Sorocaba

Anúncios