Tags

, ,

A região administrativa (RA) de Sorocaba é a terceira maior empregadora do setor da indústria de transformação no Estado de São Paulo.

Levantamento sobre estrutura produtiva nas RAs paulistas, da Fundação para Pesquisa e Desenvolvimento da Administração, Contabilidade e Economia (Fundace), mostra que a proporção do emprego na indústria na região, em 2014, foi de 8,27%.

Houve avanço na participação da região, que representava 7,08% em 2006. A região metropolitana de São Paulo responde por 40% do total de empregos na indústria, enquanto a RA de Campinas representa 23,39%.

Assim como as regiões de Campinas e São José dos Campos, conforme a Fundace, Sorocaba apresenta um perfil industrial que cresceu e se diversificou em um processo de desconcentração relativa da indústria de transformação. Enquanto a região metropolitana de São Paulo viu cair o número de indústrias de transformação, regiões interioranas passaram a concentrar mais empresas. A proporção do emprego na RMSP era de 44,7% em 2006. No ano passado, caiu para 40%. A Fundace atribui a isso o aumento dos custos de produção na região.

No interior, a RA de Campinas foi a que teve maior crescimento do estoque de emprego na indústria de transformação. Em 2006, as cidades daquela região detinham 21,5% do total de empregos nesse setor no Estado. Já em 2014, a proporção saltou para 23,39%. Além de Sorocaba, cuja participação passou de 7,08% para 8,27%, outra região que recebeu empresas foi São José do Rio Preto. A participação do emprego nesta RA no Estado aumentou de 2,8% para 3,9%.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

Anúncios