Tags

,

As merendeiras que trabalham nas escolas da rede de ensino Sorocaba estão com pagamentos atrasados mais uma vez. Os valores referentes ao adiantamento dos salários de dezembro e à segunda parcela do 13º deveriam ter sido depositados pela empresa ERJ, responsável pelo serviço, até a última sexta-feira (18), o que ainda não ocorreu. A ERJ confirma o atraso e informa que não há data prevista para normalizar a situação.

Segundo a empresa, há repasses para este mês que “não aconteceram em sua totalidade”, o que comprometeu o caixa da prestadora terceirizada.

As merendeiras se reúnem nesta terça-feira (22), às 16h, na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Refeições de Sorocaba e Região de Sorocaba (SindRefeições), em assembleia para discutir o novo atraso e possíveis medidas diante da falta de pagamento.

Por diversas vezes neste ano, as merendeiras enfrentaram problemas com salários em virtude de constantes atrasos da ERJ.

Em ao menos duas delas, o sindicato da categoria chegou a anunciar greve e o assunto foi parar até na Justiça.

O contrato da Prefeitura com a empresa vai até o fim de fevereiro de 2016, mas a intenção, segundo o secretário de Educação, Flaviano Agostinho de Lima, é inicar o ano letivo com outra prestadora de serviço.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

 

Anúncios