Tags

,

O prefeito Antonio Carlos Pannunzio e o secretário da Saúde, Francisco Fernandes, fizeram questão de cumprimentar e agradecer à equipe da Secretaria da Saúde (SES) pelo empenho na realização de ações ao longo de 2015.

Num encontro na manhã desta sexta-feira (18) no auditório do andar térreo da Prefeitura, ambos aproveitaram para fazer um balanço das principais conquistas e desafios enfrentados pela pasta, que é prioridade do atual governo.

“Celebrar a vitória é importante para a população e também para o governo. Extrapolamos o limite de investimento na área, como nunca feito antes. Mais que recurso, é importante reconhecer a capacidade para ousar e tomar decisões que às vezes, aparentemente, chocam, mas que depois seus resultados positivos aparecem”, enalteceu Pannunzio.

O prefeito lembrou da centralização do atendimento pediátrico de emergência na Unidade Pré-Hospitalar (UPH) Zona Oeste, e a redução de jornada criteriosa do atendimento nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) em horários de menor demanda.

Fez questão de destacar, ainda, a dificuldade financeira pela qual o País passa e que Sorocaba conseguiu se sobressair em relação à maioria dos municípios, que fecharam suas contas “no vermelho”. “Fechamos o orçamento em equilíbrio, com os nossos compromissos em dia. Sobretudo devido as ações implementadas nos últimos anos, inclusive na saúde, e com o apoio de cada servidor.” Segundo o prefeito, só não se fez mais devido a investimentos que não estavam previstos e que a Prefeitura teve que assumir, como a requisição da Santa Casa e a administração do Hospital Psiquiátrico Vera Cruz. “Mesmo assim, reerguemos a Santa Casa e dobramos o atendimento de urgência e emergência no município, entre outras ações”, reforçou Pannunzio.

O secretário da Saúde admitiu que “o ano não foi fácil”, mas que seus colaboradores souberam discutir e colocar em prática ações fundamentais. “Houve a epidemia de dengue e com muito trabalho em equipe vencemos. E Sorocaba foi a primeira cidade a sair dessa situação”, destacou ele que, pela primeira vez na vida, desde fevereiro atua numa função pública. “Não foi difícil quanto ao cargo, mas sim, trabalhoso. E num curto espaço de tempo consegui o apoio de todos da secretaria para implementar as mudanças que eram necessárias”, pontuou. No que se refere a isso, Pannunzio elogiou a qualidade do trabalho executado por seu secretário da Saúde, dizendo que isso o gabarita para que permanecer numa função pública por mais tempo.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias