Tags

, ,

O secretário de Governo de Sorocaba, João Leandro da Costa Filho, negou que poderá suceder Antonio Carlos Pannunzio (PSDB) e ser candidato a prefeito nas eleições de 2016. A possibilidade levantada pelo secretário de Educação, Flaviano Agostinho de Lima, na oitiva da CPI da reorganização escolar, na terça-feira (24), segundo o presidente do PSDB na cidade, não passou de uma “brincadeira num contexto descontraído”.

“Considero nula essa possibilidade. O meu candidato a reeleição é o prefeito Pannunzio. E ele só não o será se não quiser”, enfatizou João Leandro ao comentar o episódio.

Em meio a um cenário político praticamente definido entre os partidos de oposição ao governo para a disputa do pleito de 2016, o secretário garante que o debate sobre o assunto no PSDB só se dará no primeiro semestre do ano que vem, com a definição até meados de abril. Apesar disso, ele reconhece que existam nomes que vão além do de Pannunzio em pauta nas conversas de bastidores. “É saudável que haja discussão de nomes. Temos alguns inquestionáveis como o do prefeito, o de Vitor Lippi, Maria Lúcia Amary (deputados federal e estadual, respectivamente) e alguns secretários municipais que acabam se destacando e ficando em evidência.”

Nesta semana, Flaviano de Lima declarou em meio a comentário do vereador José Crespo (DEM) sobre a chefia do Executivo que o PSDB apoiaria a candidatura de João Leandro. Segundo o secretário de Governo, porém, essa alternativa sequer foi cogitada no partido. “Por ser o presidente do PSDB, eu conduzo essas discussões e posso assegurar que não há essa conversa”, enfatizou. Fato é, no entanto, que ao ser questionado sobre o tema durante entrevista à rádio Cruzeiro FM 92,3, Pannunzio rasgou elogios a João Leandro.

A tendência entre os tucanos para 2016 é de que o nome do candidato a Prefeitura seja revelado oficialmente somente “aos 45 do segundo tempo”. O Paço trabalhará uma forte agenda positiva para o ano que vem a fim de fortalecer a imagem da administração pública e isso inclui também a Câmara Municipal, onde a ideia é emplacar um aliado na presidência para favorecer a tramitação de projetos de interesse do Executivo. O favorito nessa disputa é o atual líder do prefeito no Legislativo, José Francisco Martinez (PSDB). Há ainda a possibilidade de o próprio João Leandro se afastar do governo municipal para se dedicar à campanha eleitoral, porém, ela ainda é incerta.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

Anúncios