Tags

,

Vestindo preto e carregando cartazes, os alunos e médicos residentes da Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde da PUC-SP realizam desde às 11h de hoje um protesto contra “a redução de 56 leitos da clínica médica e ao possível fechamento do Hospital Leonor Mendes de Barros”.

O grupo, que se reuniu em frente ao hospital,saiu por volta das 11h30 em passeata, interditando duas faixas da rua PereiraInácio, sentido centro. Apenas uma faixa ficou liberada para o trânsito. O destino final foi a praça Doutor Arthur Fajardo onde o grupo realizou um enterro simbólico da Saúde.

Nesta terça-feira os funcionários do hospital, com o apoio do Sindicato dos Trabalhadores Públicos na Saúde do Estado de São Paulo (SindSaúde), protestaram pelo mesmo motivo.

Segundo os funcionários, o encerramento de leitos e a falta de materiais para cirurgias ocorrem por falta de verbas e têm inviabilizado o atendimento à população. Por meio de nota, a Secretaria de Estado da Saúde afirma que o Conjunto Hospitalar de Sorocaba está passando por reformas e, “por isso, houve uma reestruturação temporária dos leitos, que abrange também o Hospital Leonor Mendes”.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

Anúncios