Tags

Colaborar na construção de um indivíduo é uma tarefa diária que centenas de educadores vivenciam nas unidades de Educação Infantil (CEI) da Prefeitura de Sorocaba. E os caminhos que levam a isso passam, obrigatoriamente, pela abordagem da realidade dos pequenos de forma a ajudá-los no entendimento daquilo que os cerca.

Neste sentido, desde 2014, nos Centros de Educação Infantil “Duzolina B. Pagliato” (CEI 40) e “Ernesto Martins” (CEI 46), as crianças não apenas têm contato com as letras e os números, colorem ou aprendem sobre as formas geométricas. Elas também são ensinadas a respeitar a natureza, a escolher os melhores alimentos e a manter práticas saudáveis para, assim, viverem melhor.

Incentivadas pelos professores, elas plantaram e cuidam de um jardim onde há árvores frutíferas, floríferas e até mesmo uma horta. Segundo o diretor das duas unidades, Antonio de Deus, o projeto de arborização acabou mobilizando também os funcionários, que hoje aproveitam os alimentos para a refeição escolar.

No CEI 46, no Retiro São João, as crianças cuidam das plantas regando, tirando matinhos que insistem em crescer, replantando mudas e – por que não? – oferecendo carinho. Em coro a resposta é sempre: “ela está viva”… mesmo que estejam falando de uma alface.

“Esses exemplos ajudam a criança a edificar seus valores, pois não se trata apenas de cuidar e proteger as verduras ou as árvores. Trata-se de cuidar do outro”, conta o diretor.

Os pais também são envolvidos nesse cuidar e a ideia é considerada um sucesso pela direção da unidade. “Já recebemos a visita da primeira dama de Cubatão, que veio conhecer de perto nosso projeto. Isso nos deixa muito felizes”, contou o diretor. No CEI 46, privilegiado por um espaço verde, há espécies como caqui, mamão, mexerica, limão, manga, jabuticaba, amora, acerola e pitanga, além de  ipês e hibiscos.

A dedicação dos professores está levando à instalação de um jardim dos sentidos no CEI40, que fica no Jardim Iguatemi. Ali, os servidores Marcos Abel e Marcolina são os maestros na instalação de um espaço que ajude as crianças a perceber os perfumes, as belezas e as texturas de diversas plantas. “Todo esse trabalho e dedicação reflete nossa fé de que um mundo melhor, mais bonito e agradável pode e deve iniciar-se em nosso próprio ambiente, onde somos responsáveis por estas mudanças”, diz Antonio de Deus.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios