Tags

Sorocaba já conta com mais dez câmeras de videomonitoramento de trânsito. Assim, o trânsito da cidade passa a ser observado por um total de 55 câmeras 24 horas por dia, cujas imagens são recebidas pelo Centro de Controle Operacional (CCO) da Urbes – Trânsito e Transportes, e também são compartilhadas com o Centro de Operações e Inteligência (COI) da Guarda Civil Municipal, que eventualmente utiliza as informações captadas para eventos relacionados à segurança pública.

“As câmeras de videomonitoramento estão instaladas em pontos estratégicos da cidade e, com mais dez equipamentos, complementamos ainda mais o trabalho já realizado desde 2009 na cidade que é contribuir com o ganho expressivo na fluidez viária. A detecção dos eventos que causam interferências no tráfego e o envio imediato de equipes proporciona a redução no tempo de atendimento e a liberação mais breve possível da via”, explica Renato Gianolla, diretor presidente da Urbes.

Ganharam novos os equipamentos os seguintes pontos:

• Dom Aguirre, altura do nº 2945 (Praça Rotaract)

• Dom Aguirre x Rua Pedro Alvares Cabral

• Av. Eng. Carlos R. Mendes x R. Sadrac de Arruda

• Av. Armando Pannunzio x Av. Santa Cruz

• Av. Armando Pannunzio x Av. Getúlio Vargas

• Rua João Ribeiro de Barros (próximo ao Pq. Das Águas)

• Av. Washington Luís x Av. Bento Mascarenhas Jequitinhonha

• Av. Dr. Afonso Vergueiro x Rua Humberto de Campos

• Av. Adhemar de Barros x Rua Maciel Baião

• Av. Brasil, altura do nº 1840 (em frente à Uniten)

As câmeras possuem rotação de 360º graus na horizontal e 180º na vertical e proporcionam um campo de visão que nem sempre o agente de trânsito em campo consegue visualizar. Assim, os agentes que estão no CCO podem entrar em contato com equipes de amarelinhos que estão nas ruas, ou mesmo outros órgãos, fornecendo detalhes da ocorrência e da localização para que o problema seja solucionado o quanto antes. Um exemplo da agilidade obtida com o videomonitoramento acontece em situações de acidente de trânsito com vítimas, quando a equipe da CCO liga imediatamente para a Central de Regulação do SAMU Regional e pede apoio.

Essa tecnologia também fornece detalhes do local em que está ocorrendo à interferência ou ocorrência, o que facilita a resposta dos profissionais de campo e, ainda, proporciona a análise e soluções com maior eficiência e rapidez.

Além de proporcionar a Urbes maior vantagem de estar em vários locais ao mesmo tempo observando o fluxo viário, as câmeras permitem que os técnicos da Central Semafórica alterem os tempos dos semáforos quando necessário ou em horários de pico, promovendo maior fluidez viária.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios