Tags

Conquistar e manter a proximidade com o cidadão, para a Guarda Civil Municipal (GCM), é um processo que passa, necessariamente, pelo entretenimento, pela alegria e por campanhas de conscientização cidadã.

Por isso mesmo, na semana de celebração dos seus 27 anos (a GCM foi criada em 4 de dezembro de 1987), membros da corporação que atuam na Formação Cidadã fazem nesta quarta-feira (3), das 15h às 17h, uma festa para o público que frequenta a área central da cidade.

Neste período, na Praça Coronel Fernando Prestes, a turma do Teatro de Fantoches, das esculturas de bexigas e o GCM Ponciano com seu inseparável companheiro Maike – o Cão Terapeuta, estarão exibindo seus talentos em brincadeiras, diversão e em assuntos mais sérios, como a segurança na hora de ir às compras com o papai e a mamãe ou mesmo na hora de brincar com os amigos.

O trabalho é parte da comemoração do aniversário, mas acontece frequentemente junto à escolas, empresas e instituições visando, sempre, a construção da cidadania.

Ainda nesta semana, a Guarda Civil Municipal também homenageia seus funcionários com 25 anos de trabalho, numa solenidade que reunirá os servidores no Teatro Municipal Teotônio Vilela (TMTV), na quinta-feira (4), a partir das 14h. Desta vez, seis guardas femininas que formaram a 1ª turma de mulheres da GCM receberão a homenagem. São: elas Benedita Galvão; Elaine Cristina da Silva; Eliana Renger; Lucibele Appolinário Capote, Marinalva Rosário Felipe Rocha e Reni Marinete. Outros 27 guardas compõem o quadro de jubilandos.

Ainda no evento, o Guarda Municipal de Santa Bárbara d´Oeste, Eliel Miranda, bacharel em Direito e especialista em Segurança Pública e Sociedade, pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Campinas, falará sobre “O Estatuto das Guardas Municipais”. O aniversário termina na noite da sexta-feira (5) com um jantar no Centro de Tradições Gaúchas.

Atuação

Após sua criação, em 1987, a Guarda Municipal só entrou em atividade no final de março do ano seguinte. À época, tinha um efetivo de 56 integrantes. Sua principal finalidade era a de colaborar com as Polícias Civil e Militar, protegendo o povo sorocabano, os próprios municipais e apoiando os serviços da Prefeitura.

O panorama de atuação não mudou. Ao contrário, se intensificou e, hoje, a GCM é vista pela população como um eficiente aparato de segurança. Está presente nas vias públicas onde houver espaço de ocupação coletiva, como praças, pistas de caminhadas e parques, além de apoiar o trabalho de órgãos como a Vigilância Sanitária e a Área de Fiscalização e fazer a segurança de eventos públicos municipais.

Internamente, a GCM dispõe de um Núcleo Administrativo onde atuam Ouvidoria, Corregedoria e Defensoria próprias; ainda tem o Centro de Operações e Inteligência (COI), onde estão instaladas as centrais telefônica e de vídeo monitoramento, além de sediar a Base da Patrulha Comunitária e da Patrulha Bike.

Com uma ação descentralizada, a Guarda Civil possui Núcleos de Segurança Comunitária no Parque São Bento, no Jardim Nova Esperança, Parque das Águas e no Parque dos Espanhóis, a Base da Ronda Municipal no bairro Barcelona e a Base Ronda Escolar no Jardim Brasilândia.

Seu efetivo, além do curso de formação obrigatório para o ingresso, é periodicamente capacitado por meio de cursos de atualização e aperfeiçoamento, ministrados por instrutores da própria corporação credenciados pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios