Tags

,

Resolução assinada pelo secretário de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Fernando Grella, pelo subsecretário de Desenvolvimento Metropolitano, Edmur Mesquita, e pelo prefeito Antonio Carlos Pannunzio, que preside o Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), oficializou a criação do Gabinete Metropolitano de Gestão Estratégica de Segurança Pública (Gamesp), que reunirá representantes dos municípios que integram esse colegiado regional.

Os Gamesps consistem em grupos regionais formados para discutir políticas de segurança, com o objetivo de estimular ações de prevenção e combate ao crime. Entre as vantagens do gabinete está a troca de informações a respeito de ações policiais e soluções conjuntas para os problemas apontados. O Gamesp é integrado por representantes das varias Secretarias de Estado envolvidas nos assuntos das Regiões Metropolitanas, pelos prefeitos das respectivas unidades regionais, bem como por integrantes das Polícias Civil, Militar e Federal, além do Poder Judiciário, do Ministério Público.

De acordo com o secretário Fernando Grella, “segurança pública é um assunto de polícia, mas também é assunto da comunidade, porque as pessoas moram nos municípios e é exatamente nos municípios que as coisas acontecem. Por isso, nada melhor que a estrutura política e a comunidade regional discutirem as situações de interesse comum e que orientem as ações de segurança necessárias para toda região”, pondera.

Fernando Grella destacou a importância dos municípios se unirem para discutir não apenas as questões relacionadas às Polícias, mas também questões estruturais da região, uma vez que a falta de espaços para lazer, esportes, problemas de iluminação pública, deficiência na rede escolar, tudo colabora para o aumento da criminalidade. “Os Gamesps têm esse papel de identificar e promover discussões principalmente a respeito de ações de caráter preventivo, que favorecem a polícia nas ações de combate ao crime”, salienta o secretário.

O prefeito anfitrião e presidente do Conselho de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Sorocaba, Antonio Carlos Pannunzio, destacou que os principais problemas de segurança pública na região são os mesmos de todo o Brasil e estão diretamente relacionado ao tráfico de entorpecentes e que, apesar de todo empenho das polícias nos municípios, a grande necessidade do país está nas mãos do Governo Federal e consiste num controle mais efetivo das fronteiras. “Antes o Brasil era usado como escala para o tráfico. No entanto, há alguns anos, a facilidade de acesso fez com que o país se tornasse um dos principais consumidores de entorpecentes produzidos em alguns países da América do Sul. E isso tem de acabar”, clamou o prefeito, destacando que dispositivo legal atribuiu às Forças Armadas poder de Polícia para atuar nas fronteiras, fato que ainda não ocorre como deveria.

Após a contextualização, Pannunzio apresentou ao secretário Grella a primeira reivindicação dos prefeitos dos municípios integrantes da RMS. “A Região Metropolitana de Sorocaba precisa ser contemplada na primeira fase do programa de videomonitoramento do Gamesp”, disse.

Pannunzio comentou o caso específico de Sorocaba, que já possui duas centrais de videomonitoramento (uma da Urbes e outra da Guarda Civil Municipal), com 434 equipamentos (câmeras e “radares”) instalados pela cidade. “Sorocaba está pronta para assinar o convênio de compartilhamento de videomonitormento com o Governo do Estado, inclusive estimulando empresas e condomínios a compartilharem as imagens geradas por seus sistemas próprios de monitoramento”, reforçou o prefeito.

O subsecretário de Desenvolvimento Metropolitano, Edmur Mesquita, que é o responsável pela implantação e coordenação das ações das Regiões Metropolitanas do Estado, também salientou a importância dos Gamesps no fortalecimento regional face às necessidades de promoção e articulação territorial das políticas públicas para cumprimento de objetivos comuns na prevenção de problemas relacionados ao crime e à violência. “Os Gabinetes têm como principal função estabelecer um olhar da segurança pública sob o aspecto preventivo. A partir da realidade de cada Região Metropolitana o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Segurança Pública, poderá elaborar políticas cada vez mais afirmativas e eficientes.

Mesquita salientou que o Gamesp da Região Metropolitana de Sorocaba é o sétimo a ser implantado no Estado. Os outros os de: Campinas, Baixada Santista, São Paulo, Vale do Paraíba, além dos aglomerados urbanos de Piracicaba e Jundiaí.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios