Tags

,

Uma comissão de servidores públicos estaduais reúne-se nesta segunda-feira, dia 24, com o prefeito Antonio Carlos Pannunzio para discutir a falta de atendimento médico ​hospitalar​ na cidade aos conveniados do Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe). A discussão será no gabinete do prefeito às 11h30​ e deverá contar também com a superintendência do convênio.​

 ​Atualmente em Sorocaba são 25 mil servidores estaduais que, apesar de contribuírem mensalmente com a autarquia, estão sem atendimento ​médico hospitalar ​desde janeiro.

​ ​A Câmara de Sorocaba, por intermédio dos vereadores Izídio de Brito (PT) e do presidente da Casa, Gervino Claudio Sorocaba I (PR), discutiu o tema em duas reuniões com representantes de servidores e encaminhou um relatório aos deputados da região e também documento à Secretaria de Saúde, que deram andamento ao processo junto ao Governo do Estado. Entretanto, de acordo com os servidores, nenhuma solução foi dada até o momento.

​ ​Uma moção de autoria do vereador Izídio, que manifesta repúdio ao governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, “pelo descaso com a saúde dos servidores públicos estaduais” foi aprovada por unanimidade no Legislativo e foi encaminhada ao governador e ao superintendente do Iamspe, José Abrão Junior.

 

Anúncios