Tags

, ,

A sessão da Câmara de hoje começou com debate sobre os problemas de Saúde de Sorocaba.

O vereador Tonão Silvano (SDD) sugeriu que a solução é a “troca de uma peça” sugerindo ser o secretário da Saúde, Armando Raggio.

A discussão começou a propósito de requerimento do vereador Rodrigo Manga (PP) que reclama da falta de médicos em Unidade de Saúde do Éden. O vereador Waldomiro de Freitas (PSD) saiu em defesa do secretário e do prefeito Antonio Carlos Pannunzio. Ele disse que a situação é nacional.

“A situação da saúde de Sorocaba está melhorando e gradativamente. O problema está no profissionalismo médico”. Segundo Waldomiro o prefeito e o secretário da Saúde estão trabalhando corretamente e o centro de regulação de consultas está funcionando.

Em contrapartida, o vereador Marinho Marte disse que “a política do doutor Armando é a terceirização a qualquer custo e a qualquer preço”. Na sua avaliação, isso significa a prática de quebrar a saúde para terceirizá-la.

Reclamações
Pegando carona do debate sobre saúde, o vereador Jessé Loures (PV) também subiu na  tribuna da Câmara para reclamar da falta de médicos na Unidade Básica de Saúde (UBS) do Jardim São Guilherme. Ele se reuniu ontem com mais de 70 moradores daquela região e repercutiu dessa forma o que ouviu. “A UBS está sobrecarregada, a população não aguenta mais, quem está gemendo é a população”.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

Anúncios