Tags

, ,

Os gastos dos vereadores com o serviço de postagens de correspondências no primeiro semestre deste ano eleitoral aumentaram em 24% em comparação ao mesmo período de 2013, segundo demonstrado na Câmara de Sorocaba.

De janeiro a junho deste ano eles consumiram R$ 28.473,64 para enviar correspondências, enquanto nos mesmos 180 dias no ano sem eleições de 2013 gastaram R$ 22.952,93, ou seja, aumentaram em R$ 5.520,71 em 2014.

O envio de uma carta comercial de até 20 gramas custa hoje R$ 1,30. Segundo os Correios, até o dia 12 de junho deste ano custava R$ 1,20. Com o que gastaram, ao valor de R$ 1,20, poderiam ter enviado 23.728 correspondências comerciais, ou 21.902 a R$ 1,30. O reajuste no valor da carta comercial foi de 8,3% e vigorou somente nos últimos 18 dias de período comparado.

Dos 20 vereadores sorocabanos, cinco são candidatos a deputados estaduais: Francisco França (PT), Hélio Godoy (PSD), Jessé Loures (PV), Pastor Luis Santos (Pros) e Saulo do Afro Art’s (PRP). Desses, os que mais gastaram com correspondências, foram em primeiro lugar, Saulo do Afro Art’s; seguido do Pastor Luis Santos e em terceiro, Hélio Godoy, conforme mostra o ranking publicado nesta página. Já Jessé Loures figura entre aqueles que menos gastaram com correspondências entre todos os 20 vereadores e Francisco França não gastou um só centavo no primeiro semestre, segundo os dados divulgados pela Câmara Municipal.

O vereador e candidato Saulo do Afro Art’s acumulou o gasto de R$ 4.203,60 no primeiro semestre deste ano, contra R$ 2.928,10 no mesmo período de 2013, ou seja, elevou em 43%. O vereador Saulo argumenta que envia as correspondências para prestar contas aos cidadãos que o procura para solicitar alguma melhoria. Diz possuir um cadastro de oito mil pessoas, que já receberam ao menos uma correspondência de seu gabinete. Explica que encaminha uma cópia do pedido que fez ao prefeito (requerimento) e depois outra cópia da resposta que recebe. “É transparência da minha parte”, avalia. Disse que em caso de abaixo-assinado, envia as correspondências a todos do abaixo assinado. “Não estou usando a máquina para questão eleitoreira”, ressalta.

O candidato Luis Santos (Pros) foi o segundo vereador entre todos os 20 que mais gastou de janeiro a junho deste ano, somando R$ 3.902,40 contra R$ 3.015 no mesmo período de 2013, o que representa uma elevação de 29%. Argumenta que usa o serviço para postar boletins para prestar conta de seu trabalho. Declara ter cerca de 10 mil pessoas neste cadastro, mas os reveza na postagem. “Encaminho todos os meses uma remessa de cerca de 800 correspondências, é uma prestação de contas das ações que tenho feito, tudo detalhado”, explica. Luis Santos descarta que a elevação nos gastos tenha objetivos eleitorais, enfatizando que para a finalidade eleitoral já fechou um contrato a parte com os Correios. “Se fosse por causa do ano eleitoral eu precisaria enviar para 30 mil ou 40 mil pessoas”, afirmou. Também ressaltou que é um dos vereadores que menos gasta recursos da Câmara quando somados todos os itens como combustível e material de escritório, por exemplo.

O vereador e candidato a deputado estadual Hélio Godoy (PSD) consumiu R$ 2.232 de março ao último dia de junho deste ano. Em 2013 ele não estava na Câmara, já que ocupou o cargo de secretário municipal da Habitação até fevereiro deste ano. O vereador Antonio Silvano (SDD) não é candidato a deputado, mas foi o terceiro dos 20 vereadores que mais consumiu recursos públicos para postar correspondências. Os dois que tiveram gastos superiores a ele são candidatos. O vereador Tonão gastou R$ 3.494,40 no primeiro semestre deste ano contra R$ 968 no mesmo período de 2013, ou seja, aumentou em mais de duas vezes e meia (261%). Até o fechamento da reportagem, tanto o vereador Hélio Godoy quanto o vereador Antonio Silvano não retornaram aos contatos feitos pela reportagem aos gabinetes deles.

Confira os gastos com correspondência
Vereador Partido Valor gasto
Saulo do Afro Art’s PRP R$ 4.203,60
Pastor Luis Santos Pros R$ 3.902,40
Antonio Silvano SDD R$ 3.494,40
Irineu Toledo PRB R$ 3.102,85
Waldecir Morelly PRP R$ 2.718,00
José Crespo DEM R$ 2.506,00
Hélio Godoy PSD R$ 2.232,00
Cláudio Sorocaba 1 PR R$ 2.187,60
Izídio de Brito PT R$ 1.131.09
Rodrigo Manga PP R$ 1.021,43
Anselmo Neto PP R$ 753,60
Fernando Dini PMDB R$ 619,11
Engenheiro Martinez PSDB R$ 168,24
Carlos Leite PT R$ 140,98
Jessé Loures PV R$ 66,74
Pastor Apolo PSB R$ 54,00
Neusa Maldonado PSDB R$ 6,00
Francisco França PT R$ 0,00
Marinho Marte PPS R$ 0,00
Muri de Brigadeiro PRP R$ 0,00
Fonte: Prestação de contas da Câmara de Sorocaba

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul