Tags

,

Desempregado há mais de dez dias, o vendedor Ananias de Oliveira Lopes Júnior, 34 anos, conta que o dinheiro que recebe mensalmente do Bolsa Família tem ajudado a manter seus dois filhos. Ela conta que apenas a renda da esposa Emilene Oliveira Lopes, 25 anos, que trabalha como auxiliar de limpeza, não daria para cobrir todas as despesas. “É uma ajuda importante, que dá pra gente garantir pelo menos comida em casa e que as fraldas não faltem”.

Há dois anos no programa, Ananias conta que recebe um valor mensal de R$ 134, que acaba sendo um complemento no orçamento da família. “A gente sabe que todo o mês vem, pois só com o ganho da gente fica difícil garantir tudo”, conta o vendedor que mora com a mulher e dois filhos na Vila Barão.

A dona de casa Valda Maria de Lima, 44 anos, moradora do Jardim Maria Eugênia, foi uma das primeiras beneficiárias do Bolsa Família em Sorocaba e continua sendo atendida pelo programa. Ela conta que o marido faz apenas bicos e não tem uma renda fixa no mês. “A gente nunca sabe ao certo quanto vai entrar, então esse dinheiro a gente usa para comprar o que as crianças precisam. Não é muito, mas ajuda bem.” A família de Valda recebe R$ 102 por mês. “Todo ano a gente faz questão de fazer o recadastramento certinho para não perder essa ajuda”, diz.

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

Anúncios