Tags

, ,

O prefeito Antônio Carlos Pannunzio (PSDB) anunciou na tarde de ontem mudanças em três secretarias municipais e na presidência do Parque Tecnológico de Sorocaba (PTS). No comando da Secretaria de Meio Ambiente (Sema) desde janeiro de 2009, Jussara de Lima Carvalho pediu demissão para assumir a diretoria da ONG internacional Iclei – Governos Locais pela Sustentabilidade, na América Latina. O atual secretário de Serviços Públicos (Serp), Clebson Aparecido Ribeiro, assume a vaga de Jussara. O administrador e advogado Oduvaldo Arnildo Denadai, que há oito meses trabalha com Clebson, passa a gerir a Serp.

Desde a saída do ex-prefeito Vitor Lippi (PSDB), no começo de abril, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Almeida, acumulava a presidência do PTS interinamente. Anésio Aparecido Lima, que foi secretário de Governo na gestão de Lippi e atualmente responde pela pasta de Negócios Jurídicos, será presidente do PTS. O advogado de Sorocaba, Maurício Freitas, que se formou e trabalha em São Paulo, ocupará a vaga de Anésio.

Todas as mudanças passam a valer a partir do dia 19 e foram passadas à imprensa em coletiva concedida no gabinete de Pannunzio. Estiveram presentes, além dos mencionados, exceto Freitas, o secretário de Governo e Segurança Comunitária, João Leandro da Costa Filho; de Obras e Infraestrutura, Antônio Benedito Bueno Silveira; de Gabinete, Rodrigo Maldonado; e o presidente da Inova, Agliberto Chagas.

MUDANÇAS – Pannunzio começou o anúncio pela saída de Jussara, ressaltando que ela foi a primeira e única secretária de Meio Ambiente, já que a pasta foi criada na gestão de Lippi e desde então ela ocupava o cargo. O prefeito afirmou que nesse período a cidade ganhou muito e ressaltou a parceria entre Jussara e Clebson, “cujo ponto culminante foi a construção do Jardim Botânico.” “O Iclei é uma entidade que trabalha com cidades, meio ambiente e cidades, principalmente com projetos relacionados a mudanças climáticas”, explica Jussara. Sorocaba é uma das associadas à ONG e desenvolve, entre outros projetos, o Urban Leds. Com sede na Alemanha, o Iclei possui escritórios em todos os continentes, o da América do Sul está em São Paulo. A ainda secretária destaca os projetos de arborização e revitalização do Rio Sorocaba, desenvolvidos nos últimos cinco anos.

Com a saída de Jussara, o prefeito afirma que logo pensou em Clebson para substituí-la. O engenheiro está na Prefeitura há 21 anos e ressalta que, apesar de deixar a Serp, continuará acompanhando a situação da coleta de lixo na cidade, que terá uma nova licitação. “Eu vou acompanhar até observar que esse horizonte está tranquilo. Não seria prudente, nem para mim e o prefeito, dizer que a partir de amanhã não quero mais saber do assunto, não seria responsável.” Pannunzio diz que a saída do secretário não vai prejudicar o andamento do processo. Sobre o novo secretário de Serviços Públicos, o prefeito conta que trabalhou na iniciativa privada com Oduvaldo Arnildo Denadai, que também atuou em seu primeiro mandato e gerenciou toda parte de concreto da Usina de Itaipu.

“Aproveitei o momento, por circunstâncias de fazer uma análise da conjuntura momentânea, eu teria que dar duas soluções, independentemente da minha vontade, que era a saída da Jussara e a presidência interina do Parque Tecnológico”, disse Pannunzio, questionado pelo DIÁRIO sobre a decisão de fazer várias mudanças no secretariado, ao invés de apenas substituir a gerência da Secretaria de Meio Ambiente. Como a presidência do PTS estava interinamente sob a responsabilidade do secretário de Desenvolvimento Econômico, Geraldo Almeida, que, segundo o prefeito, “realiza um trabalho excepcional”, ele optou por mantê-lo na pasta e nomear Anésio Aparecido Lima para o cargo.

“Entendi que tínhamos aqui alguém com a melhor qualificação possível, pois não só participou da organização e inauguração, como também conhece a área de gestão e administração de direito público.” Para substituir Anésio, Pannunzio convidou o advogado Maurício Freitas, que é sorocabano, estudou e trabalha em um grande escritório na Capital. O prefeito disse que ele não possui experiência no setor público, porém afirma que vai se sair muito bem e conta com o apoio do ainda secretário.

SECRETARIADO – Esta é a terceira mudança no alto escalão do governo Pannunzio. Em agosto do ano passado, o engenheiro José Carlos Comitre pediu para deixar a Secretaria de Obras e Infraestrutura, alegando que o expediente estava conflitando com suas atividades pessoais e profissionais. Antônio Benedito Bueno Silveira assumiu o cargo. Já em fevereiro, o prefeito exonerou Hélio Godoy da Secretaria de Habitação e Regularização Fundiária. Segundo o vereador, que estava licenciado para trabalhar na pasta, a decisão foi política. O economista e professor, Flaviano Agostinho de Lima, foi nomeado para a vaga.

Em julho de 2013, ao anunciar o projeto de Reforma Administrativa, outros quatro secretários perderam os cargos; Luís Alberto Firmino, da antiga Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho; Dulcina Guimarães Rolim, de Educação, que na ocasião foi fundida com Cultura e posteriormente reativada; Lincoln Salazar, de Comunicação; e Roberto Montgomery, de Segurança Comunitária. Os dois últimos continuam trabalhando no governo.

Fonte: Jornal Diário de Sorocaba