Tags

“Primeira Infância em Debate” será um encontro que reunirá, no dia 6 de maio, das 9h às 17h, na Universidade Paulista (Unip), profissionais de Sorocaba e da região, interessados em debater os diversos temas que envolvem o trabalho com crianças de 0 a 6 anos.

O encontro é uma iniciativa do Fundo Social de Solidariedade de Sorocaba, da Secretaria da Educação e da Secretaria de Desenvolvimento Social, por meio da Coordenadoria da Criança e do Adolescente, e terão as presenças do prefeito Antônio Carlos Pannunzio, da vice-prefeita e secretária de Desenvolvimento Social, Edith Di Giorgi, do secretário da Educação, José Simões, da presidente do Fundo Social de Solidariedade e coordenadora pedagógica das creches conveniadas, Maria Inês Moron Pannunzio e da secretária de Educação do município de Votorantim, Isabel Cristina Dias de Moraes Cardoso.


Por meio deste encontro, o prefeito Antonio Carlos Pannunzio assume o compromisso com a elaboração e efetivação do Programa de Metas do Município pela Primeira Infância e pretende articular e ampliar as ações realizadas pelas secretarias municipais e o Fundo Social para a promoção do desenvolvimento integral de crianças de 0 a 6 anos de idade.

Estão sendo convidados profissionais das creches da rede municipal e das conveniadas, secretarias municipais, entidades assistenciais, OAB, Defensoria Pública, Ministério Público, Procuradorias Estadual e Federal, universidades, faculdades, imprensa, além das primeiras-damas e secretarias municipais de educação da região metropolitana de Sorocaba. Os participantes do encontro receberão certificado.

Para Maria Inês Moron Pannunzio, o FSS, sabendo da importância dos primeiros anos de vida na formação das pessoas, se engaja no compromisso com a Primeira Infância. “Realizamos este encontro em parceria com a Secretaria da Educação, com o objetivo de ampliar o debate sobre políticas públicas que garantam os direitos de crianças de 0 a 6 anos, em especial, as crianças em situação de vulnerabilidade social”, afirmou.

“Debater significa colocar luz sobre o assunto, discutindo o que estamos fazendo e para onde vamos. Hoje não é possível falar em processos de educação sem considerar a importância da primeira infância, seja na construção cognitiva do indivíduo, seja na construção dos laços sociais e afetivos. Este debate é um compromisso deste governo com a primeira infância”, disse o secretário da Educação, José Simões.

O encontro também é uma preparação para o Fórum Regional de Educação Infantil, uma ação que integra a Semana do Bebê que acontece de 2 a 8 de junho, e que pretende mobilizar a sociedade civil na discussão das necessidades das crianças na primeira infância. Neste encontro, além de discutir as políticas públicas para a primeira infância, os participantes poderão escolher as temáticas que integram o Plano Nacional para a Primeira Infância, para a constituição de grupos de trabalhos.

Programação

9h às 9h15 – Cadastramento

9h15 às 10h – Abertura

10h às 10h45 – Apresentação do Plano Nacional pela Primeira Infância – Marilena Flores Martins

10h45 às 11h – Intervalo

11h às 12h – “Educação Infantil de qualidade na primeira infância” – Anna Lucia Campos

12h às 13h – Debate

14h às 14h45 – “O poder público, os movimentos sociais e as políticas públicas: O papel dos Fóruns de Educação Infantil” – Profª Drª Gabriela Guarnieri C. Tebet

14h45 às 15h30 – “Brincar: um encantamento importante na primeira infância” – Mariane de Carvalho Silva

15h30 às 15h45 – Intervalo

15h45 às 16h30 – Formação de Grupos de Trabalho

17h – Encerramento

Confirmar presença pelo telefone (15) 3238.2503 ou fss@sorocaba.sp.gov.br até 5/6.
Os participantes receberão certificado.

Sobre as palestrantes

Marilena Flores Martins: Formação: Assistente Social pela PUCSP, pós-graduada em Animação Sócio-Cultural pela FESP. Especializada pela ALAT-Associação Latino-Americana de Análise Transacional. Especializada em Iniciação Musical pelo Conservatório Musical Souza Lima.

Atuação profissional: Atuou em saúde mental de crianças e adolescentes por 27 anos. Consultora, autora e palestrante na área do Brincar; co-fundadora e atual presidente da IPA/Brasil- Associação Brasileira pelo Direito de Brincar. Membro do Grupo de Trabalho da IPA Internacional, que aprovou em fevereiro de 2013, o Comentário Geral sobre o Artigo 31 no Comitê dos Direitos da Criança-ONU. Membro da RNPI e coordenadora do GT do Brincar na Rede Nacional Primeira Infância. Livros publicados: Guia “Brincar é Preciso!”- Editora Evoluir Cultural – 2009; “Cidadania é preciso!” Editora Evoluir Cultural – 2012

Mariane de Carvalho Silva: Formação: Graduada em Psicologia pela Universidade São Marcos. Brinquedista pela ABBRI – Associação Brasileira de Brinquedotecas. Agente do Brincar pela IPA- Brasil (International Play Association- Associação Brasileira Pelo Direito de Brincar). Participou do Curso de Extensão “Sujeitos da Psicanálise” pela PUC- Pontifícia Universidade Católica, dos Cursos “Criança é Vida Bebês”  e “Afeto e Proteção” pelo Instituto Criança é Vida e, recentemente, do Workshop “Um Lugar Seguro para a Criança e o Adolescente- A construção da Política de Proteção Institucional” pela Associação Terre de Hommes de Apoio à Infância.

Atuação profissional: Experiência de dez anos na área da Educação e de sete anos na área Social, atuando nas Instituições Escola Carandá, Fundação Julita e Centro de Educação Infantil Luz e Lápis, respectivamente como educadora, psicóloga clínica e orientadora educacional. Atualmente exerce a função de coordenadora técnica do Projeto Brincar- Centro Ludens, desenvolvido pela IPA Brasil (Associação Brasileira Pelo Direito de Brincar) em parceria com  a Associação Terre des Hommes e o Programa CIC- Centro de Integração da Cidadania da Secretaria da Justiça e Defesa da Cidadania. Ministra palestras com a temática O Direito de Brincar para a formação de Agentes do Brincar na IPA Brasil e para a formação de Brinquedista na ABBRI- Associação Brasileira de Brinquedotecas.

Profª Drª Gabriela Guarnieri C. Tebet: Formação: Doutora em Educação pela Universidade Federal de São Carlos (bolsista CNPq), professora do curso de Pedagogia à distância da UFSCar, professora do curso de especialização em Educação Infantil da UFSCar e professora de Educação Infantil da Prefeitura Municipal de São Carlos.

Atuação profissional: Gabriela integra o grupo gestor do Fórum Paulista de Educação Infantil e foi membro do Conselho Municipal de Educação de São Carlos (CME) no biênio 2010-2012, atuando como vice-presidente do Conselho e como coordenadora da Câmara Técnica de Ed. Infantil. É co-autora do livro Trabalhando a Diferença na Educação Infantil e autora de artigos e publicações diversas. Como professora de Educação Infantil, foi idealizadora do projeto vencedor do 4o. Premio Educar para a Igualdade racial e finalista do Premio Viva Leitura 2009. Seus principais temas de interesse são: Educação Infantil, Creche, Politicas Públicas, Formação de professores, Sociologia da Infância, os bebês e seus processos de subjetivação, cartografia com crianças, Arte, Leitura e letramento, Diferença e Singularidade.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias