Tags

,

Reclama com razão o sorocabano que reside em ruas de terra ou nas quais a pavimentação, antiga ou muito desgastada, não mais readquire as condições de ideais de trânsito com o uso de simples recapes. O governo municipal concorda.

Por isso a Prefeitura planejou e negociou junto ao governo federal, em 2013, recursos para executar, no ano que vem, 256 mil metros quadrados de pavimentação de ruas em terra e 992 mil metros quadrados de pavimentação.

Mas há pelo menos um caso – o da Avenida Hollingsworth – que nem o recape resolve. A boa notícia é que iremos reconstruí-la, entregando-a nas condições de uma avenida nova aos seus usuários.

Com isso vamos chegar muito perto daquele ideal de cobrir as ruas de Sorocaba com um tapete de asfalto. E isso não é promessa: é plano de governo, com prazo de execução e previsão de recursos orçamentários destinados para pagar as obras de começo ao fim.

Também são numerosos os sorocabanos que reclamam a interrupção ou a não execução de obras previstas no Sorocaba Total 1. O que ocorreu com o Viaduto que iria ligar as Avenidas J. J. Lacerda e Ipanema? E a duplicação da Victor Andrews? E como ficam as obras do Sorocaba Total 1 construídas, mas não interligadas ainda entre si?

Interligações, duplicação da Victor Andrews e Viaduto da J. J Lacerda estão no plano de obras para 2014, assim como o Viaduto que vai interligar as Avenidas Fernando Stecca e Carlos Reinaldo Mendes, reduzindo os frequentes engarrafamentos no trânsito ali observados nos horários de maior movimentação.

A suposta “ponte abandonada” de Pinheiros, cuja ausência de cabeceiras tem sido insistentemente cobrada, se mostrará, afinal, como foi projetada, ou seja, como parte da obra de alteamento da Avenida Juvenal de Campos, que eliminará, inclusive, o sério problema de alagamento das áreas vizinhas no período de chuvas.

Nada tem irritado tanto o sorocabano neste final de ano como a questão da coleta do lixo. Esse problema está merecendo atenção intensa da Prefeitura, através da licitação dos serviços coleta e destinação do lixo, da varrição e da ampliação da coleta seletiva. Essas medidas nos permitirão garantir ao sorocabano uma cidade irrepreensivelmente limpa.

Este ano, a Prefeitura investiu na ampliação da segurança. Cuidaremos agora de ampliar a sensação de segurança, igualmente importante, aumentando os serviços de videomonitoramento das ruas e das praças, que multiplicará notavelmente a rapidez da intervenção da Polícia quando o cidadão esteja ameaçado.

Na saúde, um avanço importante será a implantação da residência médica profissional que aumentará a qualidade do atendimento aos usuários do SUS.

Continuaremos – e vamos avançar muito – no programa da legalização de imóveis, pois o plano é entregar as escrituras registradas de suas casas a 10 mil famílias até 2016.

Na área do meio ambiente, teremos, entre outros avanços, a inauguração do Jardim Botânico. Inauguraremos três novas creches, ora em conclusão, e vamos licitar a construção de 16 outras.

Concluiremos 250 quilômetros de fibra óptica, ampliando a extensão e a qualidade nossa Infovia, entregaremos à população a Arena Multiúso, inauguraremos no Parque das Laranjeiras, a Praça do PEC e encetaremos medidas de fortalecimento ao turismo.

Nada disso é sonho ou possibilidade remota. São propostas de governo com prazo para serem iniciadas e concluídas e com recursos para sua execução definidos no Orçamento Municipal.

A população que participou da formulação dessas propostas, desde a elaboração do nosso programa de campanha até a discussão do Orçamento para 2014, deve continuar participando desse processo, acompanhando, fiscalizando e, quando for o caso, cobrando para que tenhamos uma cidade cada vez melhor, mais acolhedora, mais bonita e mais segura.

*Artigo publicado pelo jornal Diário de Sorocaba em 29 de dezembro de 2013

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios