Tags

,

A deputada estadual Maria Lúcia (PSDB) esteve em visita de cortesia ao DIÁRIO, onde entregou o relatório anual de sua atividade parlamentar.

Ela que foi reeleita presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia, por onde passam todos os projetos de lei, destaca a discussão sobre o trem regional que ligará Sorocaba a São Paulo, previsto para 2017, a campanha para a redução dos tributos sobre medicamentos, orçamento estadual para 2014 e as eleições no próximo ano.

Ela tentará pela quarta vez uma vaga na Assembléia Legislativa do Estado, enquanto o ex-prefeito Vitor Lippi vai se candidatar a deputado federal. “O partido decidiu que teria um candidato para cada vaga”, explica.

Em junho, a deputada lançou a Frente Parlamentar para Desoneração Tributária dos Medicamentos, que, através de assinaturas arrecadas na campanha “Remédio Mais Barato”, visa sensibilizar o poder Executivo para reduzir os tributos.

Atualmente, os impostos atingem 33,9% do valor final aos consumidores. Já foram arrecadadas mais de 7 mil assinaturas.

“Realizamos diversas audiências públicas e argumentei que, se os tributos forem reduzidos, a mudança não vai afetar a arrecadação; pelo contrário, com preço mais atrativo pode até aumentar a venda e influenciar no número de leitos ocupados em hospitais, que pode cair.” Para o orçamento estadual de 2014, Maria Lúcia apresentou 214 emendas, que totalizam R$ 1.023.330.000,00.

Quanto ao trem regional, previsto para entrar em funcionamento em 2017, a deputada conta que se reuniu o diretor de planejamento da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), que passou dados sobre o projeto.

Ao todo serão construídas quatro estações ao longo do trajeto, no Centro de Sorocaba, no bairro de Brigadeiro Tobias, São Roque e no bairro Água Branca, na capital.

A viagem levará aproximadamente 50 minutos, com intervalo de 15 minutos a cada saída e o trem percorrerá numa velocidade de 160 quilômetros por hora.

Fonte: Jornal Diário de Sorocaba

Anúncios