Tags

Na tarde desta quarta-feira (11), a vice-prefeita Edith Maria Di Giorgi, secretária de Desenvolvimento Social (Sedes), recebeu, no 6º andar do Paço Municipal, integrantes da Comissão Municipal de Enfrentamento da Violência Sexual (CMEVS) para a entrega oficial do Plano Municipal de Enfrentamento à Violência Sexual Infantil de Sorocaba.

“Temos que pensar em todos, nas crianças, nos adolescentes e nos adultos, mas se quisermos impactar no futuro temos que proteger principalmente as crianças que estão na primeira infância para que elas tenham o desenvolvimento integral de suas potencialidades e assim se tornem adultos de fácil convivência”, destacou Edith.

O plano municipal estabelece metas e ações a serem trabalhadas até 2018, que incluem medidas preventivas, responsabilidade, estudos e pesquisas, comunicação e atendimento às vítimas de violência sexual e seus autores.

A vice-prefeita aproveitou para apresentar ao grupo a coordenadora da Criança e do Adolescente, a psicóloga Marilene de Almeida Oliveira. “Uma das coordenadorias criadas com a reforma administrativa é a da Criança e do Adolescente, que tem o papel de discutir a questão e integrando-a às diversas áreas da administração municipal e da sociedade civil”, explicou Edith. “Ela vai avaliar o que precisa ser implantado e melhorado em todas as áreas, tanto na saúde, educação, segurança, por exemplo, para juntos avançarmos nessa política”, completou.

De acordo com Ione Aparecida Xavier, presidente da CMEVS, a ideia é que o plano seja executado a partir de 2014. “Esperamos o apoio dos três poderes, Judiciário, Legislativo e Executivo para que esse plano funcione”, declarou. Ela citou, por exemplo, a criação de um observatório para os casos de violência contínuo na cidade e a necessidade de campanhas de prevenção à violência de crianças e adolescentes nas escolas. “Todos serão envolvidos de uma forma ou de outra e a vice-prefeita se comprometeu a nos ajudar e assim fortalecer as propostas do plano”, finalizou.

Estavam presentes os integrantes da Comissão Municipal de Enfrentamento da Violência Sexual, que são representantes da Delegacia de Defesa da Mulher de Sorocaba, Vigilância de Violências e Acidentes (Viva) / Secretaria da Saúde (SES), Centro de Referência da Educação / Secretaria da Educação, Conselho Regional de Psicologia, Conselho da Mulher de Sorocaba, Instituto Pleno Cidadania e do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) / Secretaria de Desenvolvimento Social.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias