Tags

Na tarde desta segunda-feira (2), o prefeito Antonio Carlos Pannunzio recebeu em seu gabinete o Grupo de Trabalho e o Comitê Gestor do projeto Urban LEDS (Promovendo Estratégias de Desenvolvimento Urbano de Baixo Carbono em Países Emergentes) de Sorocaba.

O objetivo foi de aprovar o plano de trabalho do Urban LEDS para 2014 e apresentar o andamento do Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa de Sorocaba.

Criado pela ONU-Habitat e a Comissão Europeia e que tem o Iclei – Governos Locais pela Sustentabilidade como principal implementador, o Urban LEDS objetiva programar ações que ajudem a diminuir a produção de gases causadores do efeito estufa em áreas urbanas do município, com destaque aos emitidos para a produção e consumo de energia, transporte e construções de infraestruturas urbanas, levando em consideração a redução da pobreza e a inclusão social. Sorocaba foi um dos oito municípios brasileiros escolhidos para participar do projeto. Fortaleza (CE), Recife (PE), como cidades modelos, e Sorocaba, Belo Horizonte (MG), Betim (MG), Curitiba (PR), Porto Alegre (RS) e Rio de Janeiro (RJ), como cidades satélites.

Durante o encontro, Vidal Dias da Mota Junior apresentou alguns dados do relatório preliminar do Inventário de Emissões de Gases de Efeito Estufa de Sorocaba, que está neste momento sendo analisado pela equipe da Secretaria do Meio Ambiente.

Para o prefeito Antonio Carlos Pannunzio, a questão do transporte é uma das mais impactantes na geração de gases do efeito estufa.

“Assim que tivermos um sistema de transporte público em Sorocaba mais eficaz, com uma tecnologia menos poluente, vamos conseguir diminuir a utilização do transporte individual, trazendo resultados positivos para a cidade”, declarou.

O inventário é uma espécie de raio-X para se determinar as fontes de gases de efeito estufa (GEE) nas atividades produtivas da cidade e a quantidade de GEE lançada à atmosfera. Realizado pela empresa In Natura Tecnologia e Soluções Ambientais Ltda ME, o estudo trará dados que estabelecerá a quantidade de emissão dos Gases de Efeito Estufa do município. Com um investimento de R$ 144.689,00, a previsão é que ele seja finalizado no início de 2014.

“Esse é o primeiro passo para que possamos avaliar como as atividades da nossa cidade impactam o meio ambiente e, em seguida, identificar as estratégias que poderemos ter para contribuir no combate às mudanças climáticas, seja na diminuição das emissões de gases ou por medidas mitigatórias”, destaca Jussara de Lima Carvalho, secretária do Meio Ambiente.

Juntamente com o inventário, a empresa também apresentará o Plano de Ação Municipal Climática, a Política Municipal de Mudanças Climáticas e o Relatório de Mitigação de Emissões de Gases de Efeito Estufa.

Participaram da reunião a vice-prefeita Edith Maria Di Giorgi, os secretários Geraldo Almeida (Desenvolvimento Econômico e Trabalho), Rodrigo Maldonado (Gabinete do Poder Executivo), Vitor Lippi, presidente do Parque Tecnológico de Sorocaba, Renato Gianolla, presidente da Urbes – Trânsito e Transporte, e Flaviano Agostinho de Lima, Núcleo de Planejamento Regional.

Fonte: Agência Sorocaba de Notícias

Anúncios