Tags

, , ,

O secretário de Obras e Infraestrutura Urbana, José Carlos Comitre pediu exoneração do cargo na manhã desta terça-feira.

A Prefeitura de Sorocaba confirmou o pedido que foi entregue ao prefeito Antônio Carlos Pannunzio.

Na carta entregue, Comitre alegou questões particulares e profissionais que iriam causar conflito com a atividade de secretário. Pannunzio agradeceu a ele pelo empenho e dedicação. O prefeito informou que ainda não há um nome para assumir a pasta, o que deverá ser definido possivelmente nesta quarta-feira (28).

Comitre ocupa o cargo de secretário desde 2009, quando foi nomeado como titular da pasta de Habitação e Urbanismo durante o governo do ex-prefeito Vitor Lippi.

Após a posse de Pannunzio, ele foi transferido para a pasta de Obras e Infraestrutura, onde também foi diretor de janeiro a setembro de 2009.

Novo titular será anunciado até amanhã: O secretário de Governo, João Leandro da Costa Filho, confirmou o pedido de exoneração e afirmou que o novo nome que irá chefiar a pasta deve ser anunciado pelo prefeito entre o final da tarde desta terça-feira (27) e a manhã de quarta-feira (28).

Hoje Pannunzio cumpre uma agenda de compromissos em São Paulo e, devido a isto, ainda não existe a definição do novo secretário (a). João Leandro negou que o pedido de exoneração tenha relação com algum problema interno da prefeitura.

Comitre é um dos convocados para a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) que investiga possíveis irregularidades no conjunto de obras do projeto viário Sorocaba Total. De acordo com o presidente da CPI, vereador Irineu Toledo (PRB), a convocação está mantida.

Nota sobre saída do secretário José Carlos Comitre enviada pela Prefeitura de Sorocaba:

“José Carlos Comitre encaminhou ao prefeito Antonio Carlos Pannunzio o pedido de exoneração do cargo de secretário de Obras e Infraestrutura Urbana, que assumiu em janeiro deste ano. Pannunzio agradeceu a ele pelo empenho e dedicação. O prefeito informou que ainda não há um nome para assumir a pasta, o que deverá ser definido possivelmente nesta quarta-feira (28)

Na carta entregue a Pannunzio, José Carlos Comitre alegou questões particulares e profissionais que iriam causar conflito com a atividade de secretário.”

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul e Jornal Ipanema

Anúncios